• Últimas Notícias

    quarta-feira, 8 de junho de 2016

    IBGE abre processo seletivo para Agente de Pesquisas com 157 vagas no RN

    O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) anunciou nesta terça-feira (7) a realização de um novo Processo Seletivo sob responsabilidade da Fundação Cesgranrio, objetivando a contratação temporária de 7.500 profissionais para a função de Agente de Pesquisas e Mapeamento em todo o Brasil. 

    No Rio Grande do Norte, as vagas são para as cidades de Assú (11), Caicó (14), Mossoró (23), Natal (68), Parnamirim (23), Pau dos Ferros (9) e Santa Cruz (9).


    Os selecionados devem atuar em 550 municípios distribuídos nos 26 Estados Brasileiros e no Distrito Federal, em jornadas de 40h semanais, com salário de R$ 1.250,00, acrescido ainda de auxílio alimentação e transporte.

    Podem participar candidatos que tenham idade mínima de 18 anos, ensino médio completo, dentre outros requisitos mencionados no edital.
    As inscrições devem ser realizadas entre os dias 21 de junho de 2016 a 19 de julho de 2016 no site da empresa organizadora www.cesgranrio.org.br. Nesta etapa é preciso efetuar o pagamento da GRU referente a taxa de inscrição no valor de R$ 30,00.

    Para classificar os inscritos serão realizadas Provas Objetivas compostas de 60 questões sobre temas de Língua Portuguesa, Geografia, e Raciocínio Lógico. A previsão é que esta Prova aconteça no dia 04 de setembro de 2016 e tenha duração de quatro horas.

    Este Processo Seletivo terá validade de dois anos, podendo ser prorrogado por igual período a critério do IBGE. 

    Portal N10

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários. Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

    IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.