• Últimas Notícias

    sexta-feira, 10 de junho de 2016

    Dinheiro público foi convertido em sapatos para mulher de Cunha, diz procurador

    O coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato, procurador Deltan Dallagnol, afirmou nesta quinta-feira (9) que “dinheiro público foi convertido em sapatos e em roupas de grife”, em referência à lavagem de dinheiro atribuída a Cláudia Cruz, mulher do deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

    Cláudia Cruz é ré em ação penal por lavagem de dinheiro e evasão de divisas por decisão do juiz federal Sérgio Moro, que acolheu denúncia criminal da Procuradoria da República. Na denúncia, a Procuradoria sustenta que “mais de US$ 1 milhão” foram lavados por Cláudia, inclusive por meio da aquisição de artigos de luxo no exterior. 

    O dinheiro, afirmam os procuradores teve origem em propina que Eduardo Cunha teria recebido em uma transação da Petrobras na África.

    Do Blog. Conheço um presidente de Câmara de vereadores que gosta dessas safadezas. "lavagem de dinheiro Público", É idêntico. Uma verdadeira praga esse tipo de político.

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários. Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

    IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.