• Últimas Notícias

    domingo, 29 de maio de 2016

    Confiança em Dilma cresce de 18% para 33%, segundo Ibope

    Com alto índice de rejeição no Governo, antes do inicio de processo do impeachment, a presidenta Dilma Rousseff viu os números mudarem desde que foi afastada. É o que revela pesquisa do Ibope.

     “Dilma passou de 18% para 33% de confiança”, comentou Carlos Augusto Montenegro, presidente do Ibope. A presidenta afastada teve crescimento de 15% comparado com pesquisas anteriores. A primeira, realizada em março, e a segunda, em meados de abril. A segunda pesquisa ainda é inédita.

    As duas mostram estabilidade no porcentual de confiança, embora mantivessem o grau de desconfiança dos eleitores elevado. Ambas foram realizadas antes dos resultados da votação de admissibilidade do afastamento de Dilma na Câmara e no Senado.

    Segundo informações da Carta Capital, os números da terceira pesquisa, de maio, indicam um impacto forte nos índices “confia”, para cima, e “não confia”, para baixo. Ou seja, o número de pessoas que confia aumentou e o número das que desconfiam diminuiu.

    A queda da desconfiança é caiu de 76% para 65%. Porcentuais ainda preocupantes para Dilma, porém, com tendência de queda.


    O resultado surpreendeu a muitos. Dilma, tudo indica, está em processo de recuperação política. A velocidade do caminho será ditada pelo possível fracasso do governo provisório de Temer.

    Por Notícias ao Minuto

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários. Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

    IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.