• Últimas Notícias

    segunda-feira, 28 de março de 2016

    PRF: Balanço da Operação Semana Santa 2016 nas Rodovias federais do RN

    A Polícia Rodoviária Federal encerrou a meia-noite de ontem (27/03), a Operação Semana Santa 2016. Durante o período da páscoa a fiscalização nas rodovias federais, contou com um reforço de cerca de 30/% no efetivo. Policiais que trabalham administrativamente e policiais que trabalham em outras unidades operacionais foram remanejados para compor equipes extras, contribuindo para esse reforço.

    Durante a operação foram fiscalizados 2.459 veículos e 2.962 pessoas. 922 motoristas foram submetidos ao teste de bafômetro, dos quais 27 foram autuados. Foram lavrados 859 autos de infração por infrações diversas, sendo 177 só por ultrapassagens proibidas. 24 pessoas foram presas, sendo oito por embriaguez, uma por portar habilitação falsa, uma por porte ilegal de arma e quatorze por outros crimes. 664 veículos tiveram imagens capturadas por transitarem em excesso de velocidade.


    REDUÇÃO ACIDENTES

    Os resultados mostram para o período da semana santa de 2016 o índice de acidentes graves nas BRs no Rio Grande do Norte de 0,04 por milhão de veículos.


    Portanto, a operação Semana santa 2016 registrou um resultado muito positivo nas rodovias federais que cortam o estado do Rio Grande do Norte. Estão de parabéns todos os órgãos envolvidos com a fiscalização e a segurança, bem como toda a sociedade.

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários. Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

    IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.