Ultimas Noticias

segunda-feira, 21 de março de 2016

Mais 600 barragens subterrâneas serão construídas em municípios do semiárido potiguar

O Projeto Segunda Água, desenvolvido em todas as regiões do Rio Grande do Norte, será reativado no segundo semestre de 2016 com a construção de mais 600 barragens subterrâneas priorizando os municípios mais castigados pela estiagem. Atualmente, existem duas mil unidades no estado. Recursos da ordem de R$ 5 milhões, procedentes do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), para a retomada das ações já estão assegurados.
A declaração é do diretor técnico da Emater-RN, Aristides Bezerra, ressaltando que a retomada do projeto faz parte do Plano de Qualificação junto aos agricultores familiares. Consiste na capacitação dos extensionistas rurais da instituição que, em parceria com as prefeituras municipais e outras instituições, executa o projeto.

Aristides Bezerra ressalta que os técnicos da instituição realizarão diagnósticos das barragens subterrâneas com a finalidade de apresentar um plano de acompanhamento das atividades nessas estruturas envolvendo as famílias de agricultores familiares beneficiadas.
A capacitação dos extensionistas rurais consta, ainda, da participação em seminários, cursos sistemáticos com temas especializados e intercâmbios em outros estados. A finalidade é conhecer de experiências exitosas que possam ser adaptadas à realidade do nosso estado.
O Projeto Segunda Água tem o objetivo de promover a conservação, a preservação e a reconstituição dos agrossistemas com a adoção de práticas focadas no ambiente natural. Além disso, possibilita o desenvolvimento econômico, social e ambiental de maneira sustentável dos agricultores familiares.
O Segunda Água é representado pela implantação de Unidades Técnicas Demonstrativas (UTDs) de barragens subterrâneas, renques, barramentos assoreadores, cacimbões, hortas e pomares nas propriedades. São tecnologias adaptadas ao semiárido, permitindo a recuperação do meio ambiente com acúmulo de água de qualidade para produção de alimento e suporte forrageiro.

Com informações Emater/RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários. Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.