• Últimas Notícias

    segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

    Pressão do PT para mais controle da Lava-Jato levou Cardozo a pedir demissão

    Pressão do PT para mais controle da Lava-Jato levou Cardozo a pedir demissão Elza Fiúza/Agência Brasil
    Foto: Elza Fiúza / Agência Brasil
    O pedido de demissão do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, veio após o aumento das pressões do Partido dos Trabalhadores (PT) para controlar a ação da Polícia Federal na Operação Lava-Jato que, na última semana, prendeu João Santana, o responsável pelo marketing das últimas campanhas presidenciais do partido e se aproxima do ex-presidente Lula.

    Nesta segunda-feira, Cardozo oficializou a decisão tomada em reunião com a presidente Dilma Rousseff ainda no domingo: deixar o cargo, mas não o governo. Ele será o novo titular da Advocacia Geral da União (AGU), no lugar de Luís Inácio Adams. Para o Ministério da Justiça, a presidente irá nomear o procurador baiano Wellington Cesar.

    Um dos quatro remanescentes do primeiro escalão que tomou posse com Dilma ainda no primeiro mandato, em janeiro de 2011, Cardozo é um raro confidente a quem a petista devota absoluta confiança. Foi coordenador da campanha presidencial de 2010 e sempre cotado para uma indicação ao Supremo Tribunal Federal.

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários. Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

    IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.