• Últimas Notícias

    sábado, 9 de janeiro de 2016

    Aborto Legal: Mulher realiza aborto de feto com anomalia após autorização judicial

    11918-NOAAJYUm juiz de Goiânia autorizou o aborto de um feto diagnosticado com Síndrome de Edwards, doença genética que causa uma série de más-formações e cuja expectativa mediana de vida varia entre 2 e 14 dias. A paciente interrompeu a gravidez durante a 25º semana.

    Após o diagnóstico, a gestante recorreu ao Judiciário para poder realizar o aborto. O argumentou se baseou no fato de que o feto não sobreviveria e que ela própria, se levasse a gravidez adiante, estaria sujeita a desenvolver doenças psicológicas.
    O juiz Jesseir Coelho de Alcântara, da 1ª Vara Criminal de Goiânia, julgou o pedido procedente e argumentou que o direito à vida não é absoluto, permitindo exceções:“O feto não tem possibilidade de sobrevivência fora do útero materno. Como conseqüência, não precisa de preservação”, disse


    O poder judiciário já havia autorizado a interrupção de outras gestações de bebês diagnosticados com a Síndrome de Edwards, nos estados do Rio de Janeiro e São Paulo. 
    *Por JurisOffice

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários. Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

    IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.