• Últimas Notícias

    quinta-feira, 15 de outubro de 2015

    Policial civil é preso suspeito de extorquir comerciantes

    Resultado de imagem para cigarros contrabandeados.Uma equipe da Delegacia Especializada Delegacia Especializada em Defesa da Propriedade de Veículos e Cargas (Deprov) prendeu, em cumprimento a mandados de prisão, o agente de Polícia Civil Pedro Lopes Barbosa (46 anos) e Hariuche Pereira dos Santos (30), na manhã desta quinta-feira (15). O policial civil e o outro homem são acusados de extorquir comerciantes que vendiam cigarros contrabandeados.

    As investigações tiveram início após a realização de furtos de cargas de cigarros, que estavam ocorrendo em Parnamirim. Primeiramente, a Deprov conseguiu prender um destes receptadores. Com a prisão do primeiro suspeito, descobriu-se que o grupo criminoso agia furtando cigarros e também extorquindo comerciantes que vendiam os cigarros contrabandeamos, vindos do Paraguai.

    “As nossas investigações revelaram que a ação do grupo acontecia da seguinte maneira: informantes repassavam o local onde a carga estava sendo vendida e um grupo chegava até o comerciante, em uma viatura da Polícia Civil, afirmando que todos eram agentes da Polícia Civil do RN. Para que o comerciante não fosse preso em flagrante, eles apreendiam toda a carga de cigarro e depois revendiam para outros comerciantes”, detalhou o delegado Márcio Delgado, titular da Deprov.

    Dentre o grupo, que se dizia ser formado por policiais civis, apenas um era de fato agente de polícia. “O policial civil foi reconhecido como sendo um dos integrantes do grupo”, disse o delegado Márcio Delgado. Pedro Lopes Barbosa e Hariuche Pereira (30) estão sendo ouvidos na Deprov e poderão ser indiciados por furto, extorsão e associação criminosa.

    *Fonte: Assessoria / Degepol

    15 Estados elevam ICMS e preço da TV paga vai subir

    2015 será o pior ano da TV por assinatura no BrasilDepois de quase uma década de crescimento e bonança, 2015 será o pior ano da TV por assinatura no Brasil.
    O número de assinantes já caiu em mais de meio milhão nos últimos 12 meses, surgiu o peso da concorrência de serviços de filmes via streaming como o Netflix e agora veio mais um golpe: 15 Estados do país decidiram aumentar as alíquotas de ICMs sobre o serviço.
    Isso não só vai prejudicar ainda mais a expansão da TV paga como também afetará diretamente ao bolso dos consumidores: os pacotes de TV vão ficar mais caros a partir de janeiro. *TV e Famosos

    Polícia Federal faz operação para prender quadrilha que atuava no Ministério da Pesca e Ibama

    A Polícia Federal, com apoio do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente), deflagrou na manhã desta quinta-feira (15), a Operação Enredados para desarticular uma organização criminosa que atuava no Ibama e Ministério da Pesca. A ação ocorre paralelamente em São Paulo, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul e Pará. Até as 8h20, 19 pessoas já haviam sido presas.

    De acordo com a PF, a investigação apontou que servidores públicos, armadores de pesca, sindicalistas e intermediários atuavam no esquema. O crime ocorria por meio de corrupção e tráfico de influência. Em uma das ocasiões, a organização teria cobrado R$ 100 mil por embarcação para emitir a licença.
    “Muitas das embarcações licenciadas irregularmente sequer possuíam os requisitados para obter a autorização. Em outros casos, eram colocados empecilhos para embarcações aptas, com o objetivo de pressionar os proprietários dos barcos para o pagamento de propina”, diz a Polícia Federal.
    A investigação também apontou fraudes em documentos para inserir no mercado o pescado sem origem. Exemplares de espécies ameaçadas de extinção, como tubarão-azul, tubarão cola-fina, tubarão anjo e raia viola, foram apreendidos. De acordo com a PF, mais de 240 toneladas de pescado, com preço de mercado superior a R$ 3 milhões, foram recolhidos.
    A ação conta com 400 policiais. São 61 mandados de busca e apreensão, 19 de prisão preventiva e 26 de condução coercitiva – quando a pessoa é obrigada a prestar depoimento. G1

    Ministro Joaquim Levy nega que governo trabalhe para que HUB da TAM para o Ceará

    Resultado de imagem para O ministro Joaquim LevyO ministro Joaquim Levy negou durante reunião da comissão geral na Câmara dos Deputados, nesta quarta-feira (14) que o Governo esteja trabalhando para que o Ceará receba o Hub da TAM. A notícia foi divulgada em blogs pernambucanos, a partir de uma declaração do ministro. Deputados do Rio Grande do Norte e de Pernambuco foram pedir explicações de Levy ainda em plenário.
    Na verdade Levy respondia uma pergunta do Deputado Moroni Torgan (DEM-CE) e comentou que com a privatização do Aeroporto Pinto Martins, aquele terminal se tornará um verdadeiro Hub de Turismo.  “O Estado do Rio Grande do Norte fez o mesmo no Aeroporto de São Gonçalo do Amarante e agora chegou a vez do Ceará”, explicou o Ministro.
    O investimento da empresa aérea adicionará cerca de R$ 9,9 bilhões ao PIB do município escolhido em cinco anos. As cidades de Recife, Fortaleza e Natal disputam o investimento da Latam, estimado em até US$ 1,5 bilhão.