• Últimas Notícias

    segunda-feira, 21 de setembro de 2015

    Concurso Público: Telebras abre inscrições e salários chegam a R$ 7 mil

    A Telecomunicações Brasileiras S.A (Telebras) abre nesta segunda-feira (21) inscrições para o concurso com  41 vagas e formação de cadastro de reserva em cargos de níveis médio e superior. Os salários são de R$ 2.612,64 e R$ 6.929,58, respectivamente.

    As inscrições devem ser feitas até o dia 6 de outubro pelo site. As provas objetiva e discursiva serão aplicadas na data provável de 15 de novembro.

    Confira as vagas:  Especialista em Gestão de Telecomunicações das ocupações de Advogado (1), Contador (4), Analista Superior/ Administrativo (7), Analista Superior/ Auditoria (2), Analista Superior/ Comercial (7), Analista Superior/ Estatística (1), Analista Superior/ Finanças (2), Engenheiro Civil (4), Engenheiro de Computação (1), Engenheiro Eletricista ou Eletrônico (2), Engenheiro de Redes (3) e Engenheiro de Telecomunicações (3); e Técnico em Gestão de Telecomunicações – ocupação de Assistente Técnico (4).

    A validade da seleção o será de dois anos, com possibilidade de ser prorrogada por igual período.

    Policia Civil prende assaltantes com joias de desembargador do Amazonas no RN

    Fotos Distribuído por Policia Civil do RN
    A Polícia Civil recuperou joias e relógios em Natal, que roubados do desembargador do Estado de Manaus, Sabino Marques, roubados em junho deste ano. Os assaltantes que estavam com as jóias, segundo a Policia do Amazonas, são extremamente violentos. 

    Policiais civis da Delegacia Especializada em Capturas e Polinter (Decap) do Rio Grande do Norte e da Delegacia de Roubos e Furtos (Defur) de Manaus também prenderam dois suspeitos de envolvimento no crime. 

    Fábio Guimarães de Souza (33 anos) e Antônio Fernando dos Santos (43 anos), foram presos no último sábado (19) na cidade de Santa Rita, que fica na Região Metropolitana de João Pessoa, na Paraíba. Os dois homens presos são suspeitos de terem realizado um arrastão na residência do desembargador federal Sabino da Silva Marques, que fica localizada na Zona Centro Oeste de Manaus.

    O crime, que aconteceu em 23 de junho, foi efetivado por quatro homens que entraram armados na casa do desembargador. O grupo criminoso, que rendeu funcionários, o desembargador Sabino da Silva e a esposa dele, roubou celulares, dinheiro, aparelhos telefônicos e jóias. 

    *Por DEGEPOL

    Bebê é encontrado morto dentro de tambor de lixo em João Pessoa

    Uma criança recém-nascida foi encontrada morta dentro de um tambor de lixo no início da manhã desta segunda-feira (21) na Rua José Marquês de Souza, no bairro do José Américo, em João Pessoa. Segundo informações da Polícia Militar, um agente de limpeza encontrou a criança quando recolhia o lixo e pediu ajuda aos clientes de uma padaria próxima ao local onde o bebê estava para acionar a polícia.

    O Samu foi chamado e chegou a realizar um atendimento de emergência, mas a criança já se encontrava morta. O médico do Samu, Paulo Marques, que realizou os primeiros socorros ao bebê, contou que a criança não apresentava sinais de vida. “A criancinha já estava em óbito, enrolada em vários sacos plásticos. É um crime que causa uma comoção social”, completou.

    O médico destacou que apenas a perícia do Instituto de Polícia Científica (IPC) poderá confirmar se a criança foi colocada viva dentro do tambor de lixo ou se tinha morrido antes. Chocado com a cena, o motorista da ambulância do Samu que atendeu ao chamado, identificado apenas como Maviael, se emocionou.

    “Em cinco anos de trabalhos, atendendo todo tipo de ocorrência, essa foi a cena mais chocante. Isso me emocionou muito, até porque tenho uma criança de três meses em casa. Isso não é coisa de um ser humano”, comentou. O corpo do bebê deve passar por perícia e ser encaminhado para Gerência de Medicina e Odontologia Legal (Gemol).

    Portal G1

    Polícia prende homem suspeito de incendiar Delegacia de Angicos‏

    diego bombado
    Policiais civis e militares prenderam em flagrante Diego Bruno Carvalho Lira, conhecido como “Diego Bombado”, por ser suspeito de ter ateado fogo na Delegacia de Polícia Civil da cidade de Angicos, nas primeiras horas desta segunda-feira (21). Diego foi preso apenas algumas horas depois de ter praticado o crime, quando estava na sua residência. Ele portava uma espingarda calibre 12.


    A Polícia apreendeu o celular de “Diego Bombado” e verificou que existiam diversas mensagens no aparelho relatando a realização de incêndios no prédio da Delegacia e no prédio do Fórum de Angicos. Diego Bruno havia sido preso no último dia 16 de setembro por porte ilegal de arma, mas foi solto depois de pagar fiança. Ele já responde a um homicídio cometido em  2011, naquele município. Neste momento, “Diego Bombado” está sendo conduzido para ser flagranteado na Delegacia de Assú. *Por Jair Sampaio

    Polícia Federal deflagra 19ª fase da Lava Jato e prende um dos donos da Engevix

    A Polícia Federal deflagrou a 19ª fase da Operação Lava Jato mirando em pagamentos no exterior. O executivo José Antunes Sobrinho, um dos donos da Engevix, foi preso preventivamente. Ele é suspeito de ter pago R$ 140 milhões em propina para a Aratec, empresa controlada pelo ex-presidente da Eletronuclear Othon Luiz Pinheiro da Silva, entre 2011 e 2013.

    O alvo desta nova fase - denominada Nessun Dorma - são propinas que teriam sido pagas envolvendo a diretoria internacional da Petrobras. Trinta e cinco policiais cumprem 11 mandados judiciais, sendo sete mandados de busca e apreensão, um mandado de prisão preventiva, um mandado de prisão temporária e dois mandados de condução coercitiva em Florianópolis, São Paulo e Rio de Janeiro.

    Segundo a PF, a operação é um avanço das apurações das fases 15, 16 e 17 da Lava Jato. Um dos focos da investigação está relacionada aos denunciados da 15ª fase - Conexão Mônaco e de empreiteiras já investigadas na Lava Jato. Apura-se que investigados tenham intermediado pagamento de propina a agentes públicos e políticos no exterior, em decorrência de contratos celebrados na diretoria internacional da Petrobras.

    De acordo com a PF, uma das empresas sediadas no Brasil teria recebido cerca de R$ 20 milhões entre 2007 e 2013 de empreiteiras já investigadas na operação, sob acusação de pagamento de propinas para obtenção de favorecimento em contratos com a estatal.

    Em outro foco, a PF cumpre mandados de busca e de prisão preventiva de executivo relacionado à 16ª fase - Operação Radioatividade - e 17ª fase - Operação Pixuleco -, a partir dos elementos que o apontam como tendo realizado pagamentos de propina a agentes públicos já investigados nestas fases.


    Os presos serão levados para a Superintendência da PF em Curitiba. *Por Estadão Conteúdo

    Bandidos fortemente armados explodem caixa eletrônico do BB na madrugada desta segunda (21) em Tangará

    Cerca de 10 Bandidos fortemente armados explodiram por volta das 3:30 desta madrugada de segunda-feira (21), um caixa eletrônico do Banco do Brasil na cidade de Tangará, (foto ao lado Robson Freitas). Segundo informações de uma das vítimas, a ação foi rápida. 

    Os bandidos chegaram em uma caminhonet, tipo Frontier prata de placas não anotadas e renderam todas as pessoas que passavam pelo local. Após explodirem o terminal os bandidos sairão da agência atirando e empreenderam fuga pela BR 226 em direção a Serra Caiada.

    Segundo a PM nos informou, foram encontradas no local cápsulas de calibre 12, 380, 9mm e .40. Ainda segundo testemunhas e a própria PM os bandidos ainda deram rajada de metralhadora. Vários motoristas tiveram os pneus dos seus veículos furados devido a grampos jogados pelos bandidos durante a fuga

    O Paralelo

    Desde 1988, só 16 parlamentares foram condenados por crimes contra a administração

    Resultado de imagem para parlamentares condenado no brasilDesde o processo de redemocratização, em 1988, mais de 500 parlamentares foram investigados ou respondem a ações penais no Supremo Tribunal Federal (STF). Desses, apenas 16 foram condenados no exercício do mandato por crimes como corrupção, lavagem de dinheiro e desvio de verba pública; oito cumpriram ou ainda cumprem pena; outros três recorreram da condenação e cinco conseguiram escapar da pena por prescrição. Os únicos presos hoje são os ex-deputados Natan Donadon (ex-PMDB-RO), cuja pena é cumprida em regime semiaberto; e, em prisão domiciliar, Asdrúbal Bentes (PMDB-PA), João Paulo Cunha (PT-SP), Pedro Henry (PP-MT) e Valdemar Costa Neto (PR-SP), os três últimos condenados no mensalão.


    Levantamento do Congresso em Foco obtido pelo GLOBO, que já leva em conta a nova legislatura, revela que hoje tramitam no Supremo um total de 358 investigações entre inquéritos e ações penais contra ao menos 172 parlamentares, aproximadamente um terço do Congresso Nacional. No total, 141 deputados e 31 senadores são investigados ou respondem a processos em quase 60 tipos de crimes. Entre eles, 56 parlamentares são réus em ações penais que correm no STF (cinco senadores e 51 deputados). OGlobo

    Maioria não acredita que Dilma termine mandato

    Quase dois terços dos brasileiros acreditam que a presidente Dilma Rousseff não vai terminar o mandato, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Ideia Inteligência. De 20 mil pessoas ouvidas por telefone em 143 cidades do Brasil, 64% avaliam que Dilma não vai concluir o governo, enquanto 32% apostam na permanência da presidente até o fim de 2018.

    Galpão de cerâmica é destruído por ventania na zona rural de São Vicente

    O portal Inforside destacou que, no início da tarde deste domingo (20), foi registrada uma ação do vento na cerâmica São Vicente, onde foi destruído um galpão com telhado metálico e pilares de concreto.

    Moradores próximos ao local falaram que foram surpreendidos com um enorme barulho e quando foram ver, era o galpão da cerâmica que tinha desabado perante a força do vento. Ninguém se feriu, tendo em vista que não havia funcionários no estabelecimento. A cerâmica fica quatro quilômetros de São Vicente, sentido Currais Novos.

    Governo injetou meio bilhão de reais para um foguete que não decolou.

    Link permanente da imagem incorporada
    Entre tantas estatais que sobrevivem exclusivamente de recursos do Orçamento federal, uma delas nunca gerou um centavo de receita e sequer desenvolve política pública. Desde 2006, a Alcântara Cyclone Space (ACS) já consumiu nada menos que meio bilhão de reais (R$ 489,6 milhões) para o lançamento de um foguete ucraniano a partir de Alcântara (MA). O problema é que o lançamento não ocorrerá porque o governo desistiu do projeto e, hoje, apenas gasta dinheiro pagando encargos e salários dos diretores e funcionários da empresa, que se prepara para fechar.

    Somente este ano, a União desembolsou R$ 11,7 milhões, a título de participação do Brasil no capital da empresa. Na verdade, este dinheiro serve para manter a estrutura administrativa em pé, uma vez que os pagamentos ao principal fornecedor, o consórcio formado pelas empreiteiras Camargo Corrêa e Odebrecht para a construção do complexo espacial, já cessaram. Ficou para trás um esqueleto de concreto exposto no Centro de Lançamento de Alcântara, que pertence à Aeronáutica.


    O projeto foi abortado justamente porque não havia garantia de que seria viável e rentável — a proposta era permitir à União lucrar com o lançamento comercial de satélites, serviço que tinha até preço: US$ 35 milhões, por lançamento. O lucro seria dividido igualmente entre Brasil e Ucrânia, da mesma forma que as despesas. O Globo