• Últimas Notícias

    segunda-feira, 14 de setembro de 2015

    Informe Publicitário: JK Studio e Cartuchos em Santa Cruz, ligue e confira nossos serviços (84) 9-9994-3327

    Trabalhamos com manufaturas de cartuchos jato de tinta, Toner, consertos de impressoras HP e Epson. Também trabalhamos com digitalização de:
    • Fitas de Video K7 (VHS) para DVD
    • Fitas de áudio K7 para CD e MP3
    • Disco de Vinil para CD e MP3.
    • Gravamos comerciais para candidatos a conselho Tutelar, carros de som e rádios.
    • Consertos em impressoras jato de tinta e toner 
    Atenção: você que trabalha com recargas de toner, temos insumos e peças para reposição, cilindros para HP, Brother (foto condutores) e Samsung.

    Ligue e confira nossos preços:
    TIM (84) 9-9994-3327 / OI (84) 98892-1572 
    Nosso Whatsapp (84) 9-9994-3327

    Bovespa sobe 2% e dólar cai a R$ 3,81 após medidas de ajuste

    A Bovespa fechou o pregão desta segunda-feira com ganho de quase 2%, com o anúncio de medidas de ajuste fiscal pelo governo federal trazendo algum ânimo a investidores. No fim da dessão, o Ibovespa, principal índice, fechou em alta de 1,9%, a 47.281 pontos, pouco abaixo da máxima do dia, quando chegou a subir 2,1%. O giro financeiro do pregão foi de 5,2 bilhões de reais.

    O governo federal anunciou medidas fiscais de 66,2 bilhões de reais para garantir a meta de superávit primário de 0,7 por cento do Produto Interno Bruto (PIB), englobando iniciativas do lado dos gastos e das receitas.
       

    O dólar fechou esta segunda-feira com a maior queda diária sobre o real em um mês, com investidores recebendo bem as medidas de corte de gastos e aumento de receitas anunciadas pelo governo como parte dos esforços para resgatar a credibilidade da política fiscal do país. O dólar recuou 1,63%, a 3,8138 reais na venda, maior baixa desde 10 de agosto, quando apresentou queda de 1,86%. Na mínima desta sessão, a moeda norte-americana atingiu 3,8061 reais e, na máxima, foi a 3,8937 reais. (Por RedeSul)

    Veja as 9 medidas de corte de gastos anunciadas pelo governo

    O governo federal anunciou nesta segunda-feira (14) medidas fiscais de R$ 64,9 bilhões para garantir a meta de superávit primário de 0,7% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2016.

    Desse total, R$ 26 bilhões referem-se a corte de gastos num total de 9 medidas, envolvendo adiamento do reajuste dos servidores públicos, suspensão de concursos, redução de gastos no Minha Casa, Minha Vida e no PAC, entre outras.

    Confira abaixo as 9 medidas:

    - Adiamento do reajuste dos servidores, R$ 7 bilhões

    - Suspensão de concursos, R$ 1,5 bilhão

    - Eliminação do abono de permanência, R$ 1,2 bilhão

    - Implementação do teto remuneratório do serviço público, R$ 800 milhões

    - Redução do gasto com custeio administrativo, R$ 2 bilhões

    - Mudança de fonte do PAC - Minha Casa Minha Vida - R$ 4,8 bilhões

    - Mudança de fonte do PAC, sem Minha Casa Minha Vida - R$ 3,8 bilhões

    - Cumprir o gasto constitucional com Saúde, R$ 3,8 bilhões

    - Revisão da estimativa de gasto com subvenção agrícola - R$ 1,1 bilhão

    *Portal G1

    Governo anuncia corte de R$ 26 bilhões no orçamento, congelamento de salários e suspensão de concursos

    Resultado de imagem para governo anuncia corte nos concursos
    O governo informou nesta segunda-feira (14) que o Orçamento de 2016 terá corte de R$ 26 bilhões. Ao todo, R$ 64,9 bilhões serão anunciados pelo governo ainda hoje, seja em redução de despesas, seja no aumento de receitas. O anúncio foi feito pelos ministros da Fazenda, Joaquim Levy, e do Planejamento, Nelson Barbosa, no Palácio do Planalto.

    Congelamento de salários e suspensão de concursos
    O governo federal anunciou também que pretende congelar o reajuste dos servidores públicos e suspender a realização de concursos, em um esforço para atingir a economia prometida para o Orçamento de 2016.
    De acordo com o ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, o governo está propondo que o reajuste dos servidores passe a valer somente em agosto do ano que vem e não em janeiro, conforme o usual.

    MPRN tem gastos com pessoal acima do que permite a lei, revela documento

    O Ministério Público do Rio Grande do Norte está legalmente impedido de conceder novos aumentos salariais a seus membros e servidores. A instituição que é responsável por checar o cumprimento da lei pelos demais entes que compõem o Estado do Rio Grande do Norte está acima do limite prudencial.

    O alerta foi expedido em 3 de junho por Patrícia Angelina dos Santos Bezerra, diretora de Orçamento, Finanças e Contabilidade, e Marcial Medeiros de Morais, chefe, em substituição, do Setor de Contabilidade. Em uma certidão assinada por ambos e obtida pela reportagem, é feita a seguinte consideração:

    “Certificamos que este Órgão Ministerial no 1º quadrimestre de 2015 atingiu o percentual de 1,95% do comprometimento da despesa com pessoal em relação à receita corrente líquida, conforme dados constantes no Relatório de Gestão Fiscal, publicado na edição do DOE/RN nº 13.448, de 30.05.2015”, pontua os técnicos do MPRN, que, logo em seguida, atestam: “Certificamos, ainda, que o percentual apurado está acima do limite prudencial previsto no parágrafo único do artigo 22 da Lei Complementar nº 101/2000”. Leia mais AQUI

    US Open: Novak Djokovic sagra-se campeão ao bater Roger Federer

    Novak Djokovic x Roger Federer ao vivo online na final do US Open 2015 (2-1)O tenista sérvio Novak Djokovic, número um do mundo, venceu hoje o US Open, ao bater o suíço Roger Federer em quatro 'sets' por 6-4, 5-7, 6-4 e 6-4. Novak Djokovic impôs-se ao tenista suíço, segundo da hierarquia ATP, numa partida que durou três horas e 20 minutos. 

    Com este triunfo, o sérvio completa uma temporada coroada de êxitos, na qual alcançou a final de quatro 'Grand Slams', ganhando três deles: o US Open, o Australian Open e Wimbledon.