• Últimas Notícias

    domingo, 3 de maio de 2015

    “Paguei 50% da minha dívida com o América”, diz Cascata após título estadual

    Cascata já projeta acesso (Foto: Wellington Rocha/PortalNoar
    Cascata já projeta acesso (Foto: Wellington Rocha/PortalNoar

    Quando retornou ao América, o meia Cascata afirmou que se sentia como se estivesse devendo ao clube. Com isso, o jogador afirmou que iria buscar o título estadual para ‘amenizar’ a dívida. Após a conquista se confirmar na tarde do sábado (2), Cascata brincou que 50% foi pago.

    “Estou procurando pagar, está parcelado. Agora paguei 50% e espero pagar os outros 50% com o acesso. A gente sabe que vai ser difícil, mas vamos trabalhar. Quem trabalha, Deus ajuda”, projetou.
    Emocionado com o título no ano do centenário do clube, Cascata declarou que os jogadores marcaram o nome na história do Alvirrubro.
    “Nós já entramos para a história. Marcamos nosso nome verdadeiramente na história do América. O título não é só dos jogadores, e sim de todos do clube, todos estão de parabéns. Estava muito confiante. Todo mundo trabalhou muito. Em nenhum momento desrespeitamos”, disse o meia.
    Sobre o prêmio de craque do Campeonato Potiguar, o camisa 10 desconversou. Para ele, o elenco inteiro do Mecão é ‘formado por craques’.

    Aposta do Rio de Janeiro leva o prêmio de R$ 31 milhões da Mega Sena

    Um apostador de Cambuci (RJ) acertou sozinho o Concurso 1.700 da Mega-Sena realizado neste sábado e vai levar para casa R$ 31.494.038,01. 

    Os números sorteados foram: 15, 18, 41, 48, 50 e 58.

    Acertaram a quina 65 apostadores. Cada um vai ganhar R$ 45.507,40. Já a quadra, teve 5.380 apostas ganhadoras, que vão levar R$ 785,44, cada.

    Chacina em Tangará RN: Três pessoas vieram a óbito nesta madrugada de domingo (03)

    Segundo informações, preliminares repassadas ao Blog pela Polícia Militar de Tangará, que receberam a denúncia que estava três pessoas mortas no Bairro Nossa Senhora de Fátima, por volta das 2h00, vitimas de disparos de arma de fogo e logo em seguida a Policia Militar de Tangará foi até o local averiguar as informações, chegando lá, a policia se deparou com populares nas ruas assustados com o que aconteceu.

    Fotos via Grupo O Paralelo 24 horas
    Ainda segundo a Policia foram quatro pessoas alvejadas com tiros em duas residências, o primeiro caso foi na rua Beija Flor II, aonde foram mortos duas pessoas, identificadas como sendo Gilberto Marinho da Silva, de 18 anos, e uma adolescente de apenas 14 anos. O outro crime aconteceu na Rua Sanhaçu e a pessoa morta foi identificada apenas como Cabeludo e a outra pessoa atingida por disparos foi a sua companheira que foi socorrida e levada ao Hospital e Maternidade Santa Teresinha em Tangará, sendo logo encaminhada para Natal em estado grave. Confira as fotos do local aonde aconteceu os crimes.

    *Com informações e foto do Blog do Robson Freiras

    Relator do TCE suspende concurso público da Prefeitura de Santa Maria

    O conselheiro Gilberto Jales determinou, em decisão publicada nesta quinta-feira (30) no diário eletrônico, a suspensão cautelar do concurso público para provimento de cargos efetivos deflagrado pela Prefeitura Municipal de Santa Maria através do edital 01/2014.
    Segundo os termos da decisão, a Prefeitura de Santa Maria não remeteu os documentos relativos à realização do concurso ao TCE, contrariando o que determina a legislação vigente. Mesmo após a determinação do envio por parte do relator, a Prefeitura não cumpriu com a diligência.
    “Com efeito, não enviados os documentos necessários à sua fiscalização, depreendo que eles inexistem ou, de outro modo, que o ato da Prefeitura Municipal de Santa Maria está eivado de vícios, na esteira do entendimento já consolidado neste Tribunal, de que o desatendimento à diligência faz presumir a irregularidade da matéria”, disse o relator na decisão.
    Além disso, o Corpo Técnico da Diretoria de Atos de Pessoal identificou a inexistência de aprovação de lei específica para criação dos cargos; ausência de designação de comissão supervisora; e ausência de demonstrativo do impacto financeiro causado pelas novas admissões.
    “Nos autos, não restam dúvidas quanto ao fundado receio de grave lesão que um concurso público, sem robustez legal, trará aos cofres públicos, a terceiros interessados e à própria coletividade como um todo”, concluiu o relator.
    A Prefeitura de Santa Maria será notificada e terá o prazo regimental de 20 dias para apresentar defesa.