Ultimas Noticias

segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Suspeito de estuprar mãe e filha é recapturado horas após fuga de CDP

Suspeito de estuprar mãe e filha é recapturado horas após fuga de CDPO suspeito de ter estuprado mãe e filha em Parnamirim, Jeová Soares, conhecido como “Cego” foi recapturado na tarde desta segunda-feira (7) após ter fugido do Centro de Detenção Provisória (CDP) de Nova Parnamirim. Jeová foi recapturado por agentes penitenciários com apoio de policiais do 3º Batalhão da Polícia Militar.
A fuga de “Cego” foi registra durante o “banho de sol” dos detentos. De acordo com informações dos próprios agentes, o Jeová teria fugido através de uma grade de um dos portões de saída do CDP.
De acordo com informações da Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sejuc), o suspeito foi preso poucas horas após a fuga em uma área conhecida pelo nome de “Toca da Raposa”, nas proximidades da Avenida Maria Lacerda, no bairro de Nova Parnamirim.
Os agentes conseguiram chegar ao suspeito através de uma denúncia anônima feita ao Centro Integrado de Segurança Pública informando o local onde o suspeito estava escondido.

Vestidos de forma descaracterizada, os agentes foram até o local e conseguiram capturar o suspeito. O Helicóptero Potiguar 1, chegou a ser acionado, mas antes que levantasse voo, Jeová já havia sido pego pelos agentes.
Jeová tinha sido preso no dia 25 de novembro, um dia após invadir uma casa em Parnamirim, junto com um comparsa, para assaltar.
Durante o crime, ele teria estuprado mãe e filha que estavam na residência. O suspeito foi reconhecido pelas vítimas após ser preso. *Portal NoAr

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários. Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.