Ultimas Noticias

segunda-feira, 30 de novembro de 2015

“Sexolândia”; Disney do sexo terá roda gigante privê e trem erótico, diz empresário

Disney do sexo terá roda gigante privê e trem erótico, diz empresárioRoda gigante privê, trem fantasma erótico, piscinas e labirinto também com motivos sexuais. Os equipamentos são algumas das atrações que fazem parte de um projeto inusitado e ambicioso: o “Erotikaland”, um parque temático previsto para ser construído até o final de 2017 na região de Piracicaba (SP). Com orçamento de até R$ 150 milhões, a “Disney do sexo”, como definem os idealizadores, pretende ser um complexo para homens e mulheres que queiram se divertir e passar por experiências ligadas apenas ao tema.

Não é para ir freiras, mas também não vai ser Sodoma e Gomorra"

De roda gigante com cápsulas de vidro onde o casal enxerga tudo o que está em volta, mas ninguém de fora vê com o que acontece dentro dela, até restaurantes com pratos afrodisíacos e piscinas de naturismo estáo previstos no projeto. A “sexolândia” foi idealizada pelos empresários de São Pedro (SP) Mauro Morata e Paulo Meirelles, em parceria com Evaldo Shiroma, responsável por uma feira erótica do estado de São Paulo.

De acordo com Morata, o parque será construído em uma área de 150 mil metros quadrados, que já foi adquirida. No entanto, a localização exata do terreno não foi informada com a justificativa de “não despertar curiosidade”. A ideia do projeto é receber de três a cinco mil visitantes por dia. “Estamos em processo de início da construção, só posso dizer por enquanto que será na região de Piracicaba”, disse o empresário.

O empresário afirmou que a maior parte do capital de R$ 150 milhões da construção do parque será usada para investimento em segurança e higiene. O restante será destinado à obra, implantação dos equipamentos e contratação de funcionários. A estimativa é contratar de 150 a 300 pessoas para trabalhar no local.

A ideia da criação do "Erotikaland" surgiu de observar que o mundo tem uma “demanda” por um local como esse. O empreendimento será o único do ramo na área de entretenimento adulto. Segundo os empresários, a Coreia do Sul e o Japão possuem estruturas de museu e esculturas, mas o conceito de parque de diversões do sexo será implantado pela primeira vez. O projeto é “vendido” pelos empresários como um complexo leve e divertido, que terá atrações e brinquedos para todos os gostos, além de não ter nenhuma restrição de gênero. *Com informações G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários. Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.