Ultimas Noticias

sábado, 21 de novembro de 2015

Lula defende ex-tesoureiro preso do PT e atribui rejeição de Dilma à oposição

Lula diz que oposição colocou Dilma em situação "encalacrada" (Marcos Oliveira/Agência Senado)
Foto (Marcos Oliveira/Agência Senado)
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nesta sexta-feira, 20, que é preciso empenho para defender o mandato da presidente Dilma Rousseff. Lula disse que, antes de pensar em 2016 e 2018, é preciso tirar o governo da agonia criada pela oposição. “Temos que ajudar a companheira Dilma a sair da encalacrada que a oposição nos colocou depois das eleições”, disse, ao participar do 3º Congresso da Juventude do PT, em Brasília. “Eles não souberam perder.”
Lula disse ainda que o partido pode fazer uma “surpresa” para aqueles que acham que o PT já acabou e que é fundamental que o partido se fortaleça ainda mais nas eleições do ano que vem para garantir a continuidade do seu projeto. “Não tem 2018 se a gente não tiver 2016”, disse. “Nós precisamos construir 2016, precisamos ter candidatos onde puder ter candidato.”
Sem citar os prováveis adversários do prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, Lula afirmou que a mídia trabalha para mostrar que a política está apodrecida. “E aí quem tenta resolver possivelmente seja um programa de TV ou um apresentador”, disse. Na pré-campanha em São Paulo nomes de jornalistas e apresentadores como Celso Russomanno (PRB), João Dória (PSDB) e José Luiz Datena (PP) aparecem na disputa.
Lula voltou a dizer que não se pode permitir “que ladrão fique chamando petista de ladrão” e fez uma defesa do ex-tesoureiro João Vaccari, preso por suspeita de corrupção no esquema de propina da Petrobras. “Eu quero saber se o dinheiro do PSDB foi buscado numa sacristia”, disse. *Por Estadão Conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários. Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.