Ultimas Noticias

quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Estudantes da UFRN ganham prêmio nacional na Competição Intel de Sistemas

Um trabalho desenvolvido por três alunos da UFRN recebeu o prêmio de melhor projeto de graduação na Competição Intel de Sistemas Embarcados 2015, que ocorreu de 3 a 5 de novembro, em Foz do Iguaçu, durante a realização do V Brazilian Symposium on Computing Systems Engineering.

Denominado Connected Garden: an Intelligent Garden, o projeto é de um sistema que realiza monitoramento e irrigação automatizada de jardins e hortas. Foi desenvolvido para ser utilizado em jardins residenciais, principalmente voltado para ambientes fechados, com pouco ou nenhum espaço externo, como condomínios residenciais e prédios comerciais.

A equipe que realizou o projeto é formada pelos estudantes Raul Silveira Silva, do Bacharelado em Tecnologia da Informação, do Instituto Metrópole Digital (IMD); Wanderson Ricardo de Medeiros, do Bacharelado em Ciência da Computação, do Departamento de Informática e Matemática Aplicada (DIMAp); e Alysson Rafael Oliveira de Lima, do Bacharelado em Ciência e Tecnologia, da Escola de Ciências e Tecnologia (EC&T).

Orientado pela professora Monica Magalhães Pereira, do DIMAp, o projeto foi desenvolvido no Núcleo de Pesquisa e Inovação em Tecnologia da Informação do Instituto Metrópole Digital (IMD). O sistema possui um conjunto de sensores para captar informações do ambiente, como temperatura, luminosidade, umidade do ar e umidade do solo.

Baseado nessas informações, ele realiza a irrigação do solo e controle do ambiente, bem como notifica o usuário sobre o estado do jardim. O sistema dispõe, ainda, de um aplicativo para dispositivos móveis e um aplicativo web para computador pessoal. Ambos podem ser acessados de qualquer local com acesso à Internet e o usuário pode monitorar o jardim e controlar a irrigação remotamente.

O projeto dos estudantes da UFRN foi escolhido dentre um total de 143 outros que foram submetido ao concurso, que teve sua avaliação feita por um comitê que incluiu entre seus avaliadores um membro da Intel Corporation dos Estados Unidos. Desses, chegaram à final apenas 33 projetos.

O prêmio foi o financiamento pela Intel para um estudante membro da equipe representar o Brasil na competição 2016 Intel Embedded Cup, na China. O professor orientador foi contemplado com uma viagem financiada pela Intel para participar do 2016 Intel Embedded Summit, nos Estados Unidos.


Com informações da UFRN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários. Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.