• Últimas Notícias

    terça-feira, 17 de novembro de 2015

    Empresa perdoou dívida do PT por contrato com Petrobras, diz delator

    O empresário Salim Schahin, acionista do Grupo Schahin, afirmou, em depoimento de delação premiada, que o contrato que o grupo assinou com a Petrobras para operar o navio-sonda Vitória 10.000 foi uma compensação do perdão de uma dívida que o PT tinha com as empresas do grupo.
    Salim Schahin fechou acordo de delação premiada na semana passada em troca de redução de eventual pena no futuro. O acordo ainda não foi homologado pelo juiz federal Sergio Moro, responsável pelos processos da Lava Jato em primeira instância.
    De acordo com a delação do empresário, em 2004, o Banco Schahin emprestou R$ 12 milhões ao empresário José Carlos Bumlai, que disse que o dinheiro era para o PT.
    Ainda segundo o empresário, para confirmar que o dinheiro era para o PT, Bumlai marcou uma reunião entre os acionistas do Grupo Schahin com o então tesoureiro do partido, Delúbio Soares.
    *Folha de S. Paulo

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários. Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

    IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.