• Últimas Notícias

    domingo, 11 de outubro de 2015

    Crise: Relator do Orçamento da União ignora CPMF e cogita tesourar o Bolsa Família

    O relator do Orçamento da União, deputado Ricardo Barros (PP), disse, em entrevista ao Estadão, que não tem medo de cortar a verba destinada ao Bolsa Família e outros programas sociais, nem vai considerar a arrecadação prevista com a CPMF  - imposto que enfrenta resistência para ser criado no Congresso - na peça orçamentária do próximo ano.
    Segundo o parlamentar, o Bolsa Família contém "fraudes" e pode ser reajustado para compensar as dificuldades do governo com o orçamento. Ele disse que vai consultar prefeitos para decidir onde tesourar os gastos com o programa de transferência de renda criado no governo Lula.
    O Ministério do Desenvolvimento e Combate à Fome, pasta que controle o Bolsa Família, não quis comentar a iniciativa do deputado. Uma liderança petista não revelada pelo Estadão teria dito que Barros quer atingir o PT bem em um dos pontos que mais lhe rende a simpatia do eleitorado. O intuito seria inviabilizar Lula em 2018. *Jornal GGN

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários. Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

    IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.