• Últimas Notícias

    quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

    Sino faz igreja ser multada em R$ 36 mil por tocar 16 segundos a mais


    Tradição de 81 anos na Paróquia São João Maria Vianney, na Vila Romana, zona oeste de São Paulo, o badalar dos sinos antes das missas nos domingos de manhã rendeu multa de R$ 36.540, aplicada pelo Programa de Silêncio Urbano (Psiu). O motivo: o sino foi tocado 16 segundos além do permitido, na manhã do dia 30 de novembro, quando duas fiscais constataram que os ruídos também chegavam a 80 decibéis às 9h50 - o limite são 65 decibéis.

    A aplicação da multa causou revolta entre paroquianos da igreja e moradores da Vila Romana. Eles tentam descobrir quem fez a denúncia do barulho dos sinos ao Ministério Público Estadual, no início de agosto. A partir dessa reclamação, protocolada na Promotoria de Habitação e Urbanismo, os fiscais da Prefeitura foram duas vezes à igreja. No fim de agosto, o Psiu chegou a alertar o sacristão Gilberto Barbosa, de 35 anos, sobre o problema. Ele é o fiel responsável há 16 anos por puxar as cordas que badalam o sino.

    "No fim de agosto, vieram e disseram que tinham recebido a denúncia do barulho. Mas em nenhum momento me orientaram, não sabia que o sino só poderia tocar por 1 minuto", argumenta o padre Raimundo Vieira, de 44 anos, que comanda a igreja. "Quando voltaram, em novembro, já foi para multar."

    Ousadia no Distrito Federal: nem a guarda presidencial escapa dos bandidos

    Segundo o depoimento da vítima, o trio de bandidos a rendeu no Posto 4 da Residência Oficial da Granja do Torto: ousadia (Breno Fortes/CB/D.A Press)
    O trio de bandidos rendeu o soldado no Posto 4 da Residência Oficial da Granja do Torto
    Nem mesmo o efetivo do Exército Brasileiro, responsável pela guarda presidencial, inibe a ação de criminosos no Distrito Federal. Um soldado da instituição foi assaltado por três homens armados enquanto fazia a segurança da Residência Oficial da Granja do Torto, onde a presidente Dilma Rousseff (PT) costuma descansar. Os bandidos renderam o militar, fizeram-no refém por uma hora e meia e fugiram com uma espingarda calibre .12, de propriedade do Exército. O Comando Militar do Planalto não encontrou o armamento. Nos lagos Sul e Norte, assaltantes fizeram famílias reféns em roubos a residências. Foram 517 casos no Distrito Federal entre janeiro e novembro.

    A ocorrência do roubo da espingarda foi registrada pela Delegacia de Repressão a Roubos e Furtos (DRF) da Polícia Civil. O Correio teve acesso ao documento e, de acordo com o depoimento do soldado Danilo Marques, o trio de criminosos estava encapuzado e armado durante a abordagem, por volta das 3h30 de terça-feira. O militar relatou à Polícia Civil que estava de serviço no Posto 4 quando notou um barulho no matagal. Acabou rendido logo em seguida.

    A vítima acrescentou que não reagiu porque os criminosos estavam armados. Danilo garantiu que ficou em poder do trio por uma hora e meia. Só depois de ser liberado, por volta das 5h, o soldado pediu ajuda na entrada principal da Residência Oficial da Granja do Torto. Durante o registro policial, Danilo estava acompanhado do tenente-coronel Adherbal Neto, subcomandante do Batalhão da Guarda Presidencial, e afirmou ter sido abordado dentro da área de segurança. Aos agentes da DRF, relatou que os suspeitos entraram pelo mato, “onde ele fazia guarda. Ou seja, na residência da Granja do Torto”. *Com informações do Correio Braziliense

    Operação Verão Potiguar 2015 é lançada pela governadora

    Foto: Ivanízio Ramos/Assecom RN
    A governadora Rosalba Ciarlini e a cúpula da segurança pública do estado do RN lançaram na tarde desta quarta-feira (10) a Operação Verão 2015, no Centro Integrado de Comando e Controle Regional (CICCR), na Escola de Governo, no Centro Administrativo, em Natal.

    Na ocasião, transmite a assessoria de comunicação social do Governo, também foi lançada a Operação Turista Mais Seguro, uma parceria entre a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do RN (ABIH) e Secretaria Estadual de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed).

    Operação Verão Potiguar será iniciada na próxima sexta (12) e encerrada após o Carnaval, em 2015.

    Vasco anuncia acerto com Marquinhos Santos, ex-técnico do Coritiba

    O substituto de Joel Santana no Vasco foi definido. O clube anunciou nesta quarta-feira o acerto com Marquinhos Santos, técnico que estava à frente do Coritiba. Não foi informada a duração de seu contrato.
    A apresentação do treinador ocorrerá com a presença do presidente Eurico Miranda às 11 horas (de Brasília) desta sexta-feira, em São Januário. A expectativa é de que se informem mais detalhes sobre o vínculo do escolhido para comandar o time que acaba de voltar à primeira divisão.
    Marquinhos Santos tem 35 anos. Em seu currículo, conta com o título sul-americano sub-15 pela Seleção Brasileira em 2011. Também foi campeão paranaense pelo Coritiba em 2013 e campeão baiano pelo Bahia em 2014. Estava no clube desde agosto e conseguiu evitar o rebaixamento dos paranaenses com uma rodada de antecedência no Brasileirão.
    Em 2014, o Vasco atingiu seu principal objetivo ao garantir seu retorno à primeira divisão nacional, mas a campanha esteve longe de ser convincente. A equipe não foi além da terceira colocação e sofreu com protestos da torcida durante a sua segunda passagem pela Série B - disputou e foi campeã em 2009. *Por Gazeta

    Natal: Jovem é assassinado com tiros na cabeça após sair de delegacia

    Wildson Ferreira da Silva, de 24 anos, foi morto a tiros, na noite desta quarta-feira (10), na avenida Capitão Mor Gouveia, no Bom Pastor. O jovem estava em caminhando por uma calçada, logo sair de uma delegacia, quando dois homens se aproximaram em uma motocicleta e o executaram com tiros na cabeça.
    A vítima tinha acabado de sair da Delegacia Especializada em Atendimento ao Adolescente Infrator (DEA), onde prestou depoimento, após ser conduzido por policiais militares. Os dois homens em uma moto o seguiram e, ao se aproximarem de Wildson, o garupa desceu e atirou várias vezes.
    O delegado Raimundo Rolim, que tinha colhido depoimento de Wildson momentos antes do assassinato, disse que o jovem chegou conduzido pela Polícia Militar, juntamente com um adolescente.
    “O menor estava com uma quantidade de droga para consumo e, por isso, entendi que não tinha como autuar, ouvi o depoimento dos envolvidos e os liberei. Pouco tempo depois tomei conhecimento da morte”, relatou o delegado.
    O corpo de Wildson foi levado para o Instituto Técnico-Científico de Polícia, na Ribeira. A dupla que praticou o homicídio fugiu do local e não foi identificada. *Com informações do Portal BO