• Últimas Notícias

    quarta-feira, 22 de outubro de 2014

    Jogador Robinho é acusado de estupro coletivo em Milão, diz jornal italiano

    Robinho viria para o Flamengo para ganhar R$ 900 mil por mês, até o fim do ano.
    Robinho enfrenta 2ª acusação de estupro no exterior
    Segundo o jornal italiano Corriere della Sera desta quarta-feira (22), o atacante Robinho, de 30 anos, está sendo investigado na Itália por suposto envolvimento em um caso de estupro coletivo em janeiro de 2013, envolvendo uma jovem brasileira de 18 anos.
    A publicação afirma que o promotor Stefano Ammendola chegou a pedir a prisão do jogador. Porém, a juíza italiana Alessandra Simon negou o pedido porque considerou que o atleta, que hoje mora no Brasil, não prejudicaria a investigação caso permanecesse em liberdade, além de não ter antecedentes criminais.
    Na denúncia, a jovem relatou à polícia local ter conhecido o atacante em um restaurante em Milão, onde Robinho estaria com sua mulher e cinco amigos. Na mesma noite, o atleta teria deixado a mulher em casa e retornado ao local. Algumas horas depois, o grupo teria forçado a mulher a ter relações sexuais.
    O Corriere della Sera relata que a jovem só foi à polícia seis meses depois da noite em que diz ter sido violentada. O atleta, que na época defendia o Milan, ainda não se pronunciou sobre a acusação.
    1º caso
    Em 2009, enquanto defendia o Manchester City, Robinho enfrentou acusações semelhantes. Na época, uma estudante inglesa de 18 anos alegou ter sido abusada sexualmente pelo brasileiro em uma boate de Leeds, no norte da Inglaterra, quando o jogador estava acompanhado de companheiros de elenco. A polícia local, no entanto, inocentou o jogador e arquivou o caso.
    *Com informações do site VEJA

    PM do Choque é suspeito de apalpar menina no mercado de Extremoz

    A Polícia Militar do Rio Grande do Norte solicitou as imagens do circuito interno de segurança do supermercado onde uma criança de 10 anos foi apalpada no município de Extremoz, na Grande Natal. De acordo com o coronel Francisco Canindé de Araújo Silva, o homem que aparece passando a mão nas partes íntimas da menina é um subtenente que trabalha no setor administrativo do Batalhão de Choque da PM (BPChoque). O caso aconteceu no último sábado (18), mas a família só conseguiu registrar boletim de ocorrência na segunda-feira (20).

    Ao G1, o coronel Araújo explicou que pediu as imagens para confirmar a identidade do suspeito. "O policial tem 22 anos de carreira, atualmente lotado no Batalhão de Choque. Nós já o identificamos. As imagens servirão como prova do ato", explicou.


    Do G1/RN

    Jovem de 20 anos tenta suicídio no Mato Grosso do Sul após ter fotos nuas divulgadas no WhatsApp

    Uma jovem de 20 anos tentou se matar, na noite de segunda-feira (20), após ter suas fotos nuas divulgadas no WhatsApp pelo seu ex-namorado. A moradora de Ivinhema, no Mato Grosso do Sul tomou Lapiceda e Criolina, dois tipos de venenos.
    A garota foi encontrada pela mãe. Segundo a Polícia Civil, a mulher entrou no quarto e encontrou a filha se debatendo na cama. Ela foi internada no Hospital Municipal.
    A mãe disse à polícia que a filha confessou que teria tentado suicídio devido às fotos compartilhadas pelo ex.
    Terra, via Diário de SP

    Mídia Nacional coloca Robinson Faria entre os vencedores de virada no segundo turno

    A matéria do Valor Econômico cita o Vice-governador Robinson Faria (PSD) entre os vencedores da disputa eleitoral que se encerrará no próximo domingo (26). 

    “Apenas três viradas se desenham no segundo turno das eleições estaduais, segundo as pesquisas divulgadas pelo Ibope e pelo Datafolha desde o dia 16. Todas estão relacionadas com a eleição presidencial. 

    No Nordeste, o governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), já aparece à frente do tucano Cássio Cunha Lima e o vice-governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria (PSD), está na dianteira em relação ao presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB)”, diz trecho da reportagem. 

    O Paralelo


    Policiais federais suspendem a greve após intervenção de ministros

    A Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef) decidiu pela suspensão da greve em todo o país. A decisão foi tomada na noite desta terça-feira (21) em uma videoconferência com todos os 27 sindicatos regionais, de acordo com informação veiculada pelo portal institucional da Federação.

    Na reunião foi aprovado um voto de confiança à intervenção do ministro interino da Casa Civil, Valdir Simão, e do ministro da Secretaria de Relações Institucionais, Ricardo Berzoini, que estabeleceram um compromisso já agendado para solucionar a crise na Polícia Federal.

    A greve foi decidida pela categoria, em resposta ao encaminhamento, pelo Governo Federal, da MPV nº 657/2014, que injustificadamente definiu melhorias apenas para os delegados, a ponto de ser revelado por um Deputado Federal, em um veículo de comunicação de grande circulação “o Governo teve que editar uma MP à noite, porque sabia que hoje seria uma pancadaria. Botamos o Governo de joelhos”.

    A partir de novembro, multas ficam até 10 vezes mais caras e punição mais rigorosa

    Os motoristas que costumam abusar  estão com os dias contados, pelo menos no que depender das mudanças no Código Brasileiro de Trânsito, que muda a partir de novembro. Com as alterações, vão aumentar o risco de prisão e o valor das multas para os infratores.

    Essa lei federal, que alterou 11 artigos do Código, faz parte do pacote de mudanças legislativas propostas pela Polícia Rodoviária Federal para diminuir as mortes no trânsito em 50% até 2020.

    E, na prática, isso quer dizer que algumas multas ficam até dez vezes mais caras, como as infrações por ultrapassar na faixa contínua em pontes, viadutos ou pela direita, usando o acostamento. Elas vão passar dos atuais R$ 191,00  para R$ 957,00.

    Wilma e Deputados participam de caravana de Henrique na zona Sul de Natal

    Wilma
    Wilma de Faria esteve em mais uma caravana 15 em Natal nesta terça-feira (21). Após ter participado pela manhã de mobilização na zona Norte de Natal ao lado do ministro Garibaldi, a vice-prefeita da capital esteve esta tarde com o candidato a governador, Henrique Eduardo Alves, e várias lideranças da coligação “União pela Mudança” em bairros da zona Sul.
    “A cada ato sentimos o crescimento da campanha de Henrique. As pessoas estão analisando bem e vendo que o candidato que reúne todas as condições de fazer o Rio Grande do Norte avançar é ele”, observou a ex-governadora.
    Participaram também os deputados federais eleitos Rogério Marinho, Antônio Jacome e Walter Alves, além dos deputados estaduais também eleitos Hermano Morais e Jacó Jácome, além dos vereadores Felipe Alves, Julio Protasio e Dickson Júnior.

    Eleitores do Município de Sítio Novo trocam Henrique por Robinson Faria

    Major Edilson e eleitores de Sítio Novo agora votam no 55
    Os eleitores do município de Sítio Novo e em particular do liderados por Major Edilson que votaram no candidato Henrique Alves para governo no 1º turno, já estão todos decididos a votar em Robinson Faria, nesse segundo turno.

    Na noite desta terça-feira (21), uma reunião foi realizada com o Major Edilson em uma das residências do Sgt. Ramiro, no sítio Pau D'arco, município de Sítio Novo. 

    Quem também esteve presente na reunião foi a vereadora Judrene, que já apoiavaRobinson no 1º turno, e agora, continua com seu apoio neste 2º turno

    *Com informações do Blog Sítio Novo em Destaque

    Campestre: MP abre Inquérito Civil contra atos irregulares praticados por Presidente da Câmara Municipal

    O Ministério Público da Comarca de São José do Campestre, instaurou o Inquérito Civil nº 103/2014, em desfavor  do Vereador Dedé Mendonça, Presidente da Câmara Municipal de São José do Campestre, para apurar irregularidades na estrutura administrativa de cargos e salários da Câmara Municipal do nosso município. 

    O todo poderoso Vereador Dedé Mendonça, é quem manda e desmanda na cidade de Campestre, é visto com frequência nos fóruns, isso porque ele responde a vários processos na Justiça Estadual.

    O Paralelo