• Últimas Notícias

    segunda-feira, 6 de outubro de 2014

    Prefeito é preso após invadir sede da Polícia Militar e agredir policiais na Paraíba

    O prefeito da cidade sertaneja de Lastro(PB), Emmanuel Mendes Sarmento (PMDB), foi preso na noite desse domingo (5), depois de invadir o Destacamento da Polícia Militar e ameaçar policiais de morte. De acordo com o delegado Seccional de Sousa, Sylvio Rabello, o gestor vai responder pelos crimes difamação, invasão, ameaça, desobediência e desacato.

    O delegado explicou que o prefeito participava de um evento político na cidade quando começou uma briga por divergências partidárias. O prefeito teria se deslocado até a sede da PM para denunciar o caso, quando o gestor iniciou uma discussão.

    “Sem motivo aparente, ele invadiu o destacamento da PM, onde também funciona a delegacia. O prefeito que estava totalmente embriagado agrediu os policiais, ameaçou o pessoal que estava no destacamento, chutou os móveis e ainda ameaçou um dos PM de morte”, disse o delegado. Por Portal Correio

    Começa nessa terça (7) as inscrições para concurso da Polícia Federal com 600 vagas

    Mais de 4 mil vagas em 12 órgãos públicos poderão ser disputadas a partir desta segunda-feira (6). Nessa terça, a Polícia Federal e outras 11 instituições abrem as inscrições para concursos públicos com formação de cadastro de reserva em cargos de todos os níveis de escolaridade.

    O salário chega a R$ 14.582,39 para a Polícia Civil do Ceará. Já para a Polícia Federal, que divulgou o edital de concurso público com 600 vagas para agente, oferece uma remuneração de R$ 7.514,33.

    A Polícia Federal divulgou edital de concurso público para 600 vagas de agente de Polícia Federal. O salário é de R$ 7.514,33. Do total das oportunidades, 30 são reservadas para pessoas com deficiência e 120 para negros. As inscrições devem ser feitas de 6 a 26 de outubro pelo site www.cespe.unb.br/concursos/dpf_14_agente

    Mais de 30 candidatos descumpriram a legislação eleitoral ao realizar a prática conhecida como “voo da madrugada”


    O Ministério Público Federal, através da Procuradoria Eleitoral Auxiliar, ajuizou nesse domingo, 5 de outubro, uma representação eleitoral contra mais de 30 candidatos que descumpriram a legislação eleitoral ao realizar a prática conhecida como “voo da madrugada”, que consiste no derramamento de “santinhos” na noite do sábado para o domingo das eleições.

    Com base em fotos retiradas pela equipe do Ministério Público Federal, a representação destaca que a prática aconteceu, em especial, nas vias e logradouros públicos, principalmente nas proximidades dos locais de votação (seções eleitorais), afetando não só a igualdade do pleito, como também a higiene e a estética urbana.

    Para os procuradores eleitorais que assinam a representação, a legislação é clara ao definir como crime a divulgação, no dia da eleição, de qualquer espécie de propaganda de partidos políticos ou de seus candidatos (Art. 39, III, da Lei 9.504/97). “É de se reconhecer que a propaganda realizada no dias das eleições é extemporânea, levando, além da tipificação penal, à incidência de multa, do art. 36, parágrafo 3º da Lei das Eleições: não se admite propaganda após as 22h do dia 4 de outubro.

    Além disso, a atitude também pode ser caracterizada como “boca de urna”, uma vez que, embora não entregues nas mãos do eleitor, os “santinhos” foram esparramados para que deles fizessem uso no dia das eleições. “O interesse de agir persiste, uma vez que a lei deve ser cumprida e aplicada em relação aos infratores, independentemente de ter logrado vitória ou não na disputa eleitoral, sendo necessária a presente demanda para coibir a prática de sujar as vias públicas no dia das eleições e, ainda, a burla quanto à vedação de propaganda eleitoral no citado dia”, destaca a representação.

    Se condenados, os candidatos podem ter que pagar multa que varia de R$ 5 mil a R$25 mil.

    Comando Nacional dos Bancários recomenda fim da greve

    Após receber nova proposta da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), o Comando Nacional dos Bancários divulgou orientação à categoria para que encerre a greve. A paralisação começou no último dia 30. Ao todo, 10.355 agências e centros administrativos nos 26 estados e no Distrito Federal aderiram ao movimento.


    Por meio de nota, o comando informou que, na nona rodada de negociação da Campanha 2014, a Fenaban aumentou o índice de reajuste de 7,35% para 8,5% (aumento real de 2,02%) nos salários e demais verbas salariais; de 8% para 9% (2,49% acima da inflação) nos pisos; e de 12,2% no vale-refeição.

    MPF representa contra prefeita de Santa Cruz por propaganda irregular

    A Procuradoria Eleitoral Auxiliar ajuizou representação eleitoral contra a prefeita de Santa Cruz, Fernanda Costa Bezerra, por utilizar símbolos alusivos à campanha de Henrique Eduardo Alves ao Governo do Estado, em placas indicativas de obras públicas. A Coligação Unidos pela Mudança, além dos candidatos Henrique Alves e João Maia já foram acionados em uma representação anterior, por terem se beneficiado da irregularidade.
    A nova representação, assinada pelo procurador eleitoral auxiliar Kleber Martins, aponta que as placas foram fixadas em meados do mês de maio, no canteiro da BR 226, que corta o Município de Santa Cruz. Pelo menos três das placas continham, no canto inferior esquerdo, um símbolo que subliminarmente remete ao candidato a governador Henrique Alves.
    Os símbolos trazem as cores do candidato e ainda a figura de um polegar para cima, contendo também a expressão “Ação do Plano de Governo”. Para o MPF, “a astuciosa aposição desse símbolos nas ditas placas institucionais intencionava, efetivamente, promover a candidatura de Henrique Eduardo Alves, associando as benesses custeadas pelo dinheiro do povo à figura deste candidato”.
    Na campanha deste ano, Henrique utiliza mais uma vez tanto a cor verde, quanto a mão direita de polegar estendido, em sua publicidade. Além disso, Fernanda Costa Bezerra efetivamente apoiou a candidatura do atual presidente da Câmara Federal. O marido da prefeita, Luiz “Tomba” de Farias, foi inclusive candidato a deputado estadual na mesma coligação de Henrique Alves.
    Em 4 de agosto as placas com a propaganda irregular ainda se encontravam expostas e, em um discurso durante um comício, Tomba “fez questão de associar diversas obras realizadas no município, muitas delas 'coincidentemente' mencionadas nas placas em questão, à atuação do candidato Henrique Alves”.
    O símbolo foi apagado após 17 de setembro, por força de liminar da Justiça Eleitoral. “Entretanto, nestes mais de quatro meses em que estiveram expostas – que coincidiu em sua maior parte ao período de campanha eleitoral –, ficaram visíveis aos olhos não apenas da população de Santa Cruz (…) como também dos turistas que visitam a cidade para ver a imagem de Santa Rita de Cássia e daqueles que simplesmente passavam pela cidade em direção a outros destinos”, aponta o MPF.
    De acordo com a representação, “todos aqueles que visualizaram tais placas (…) podem ter sido influenciados a acreditar que as diversas obras municipais indicadas nas placas, custeadas com dinheiro do erário, deviam-se ao candidato Henrique Alves”.
    A representação requer, da Justiça Eleitoral, a imposição da multa prevista no artigo 73, parágrafo 4º, da Lei nº 9.504/97, que prevê “valor de cinco a cem mil UFIR”.
    Assessoria de Comunicação
    Procuradoria da República no RN

    Ibope foi desmoralizado pelas urnas em 16 Estados e no Distrito Federal

    Os últimos levantamento do Ibope, maior instituto de pesquisas do país, divulgadas antes do primeiro turno nos 26 Estados e no Distrito Federal divergiram da apuração, fora da margem de erro, em 17 unidades da Federação, ou 66,66%. De acordo com levantamento do OLHO NELES, o instituto só conseguiu prever corretamente o resultado das eleições para governador em dez casos. Além disso, o Ibope também errou o resultado para presidente da República, fora da margem de erro.
    Em relação à disputa entre Dilma Rousseff (PT), Aécio Neves (PSDB) e Marina Silva (PSB), o Ibope apontava, no dia 4/10, que a presidente teria 46% dos votos válidos, enquanto Aécio Neves teria 27% e Marina Silva teria 24%. Com a margem de erro de dois pontos para mais ou para menos, Dilma estaria entre 44% e 48%; Aécio estaria entre 25% e 29%; Marina, entre 26% e 22%.
    No dia seguinte, no entanto, os eleitores deram à presidente 41,59% os votos válidos, enquanto Aécio Neves somou 33,55% e Marina Silva ficou com 21,32%.
    Em Minas Gerais, o instituto apontava que Fernando Pimentel teria 61% dos votos válidos, contra 31% de Pimenta da Veiga. O resultado foi mesmo a vitória do petista, mas ele registrou 52,98%, contra 41,89% do tucano.
    Veja/Coluna de Augusto Nunes

    Carro da PM é apedrejado e homem é morto durante festa política em Assu

    Um homem foi morto a tiros e outro ficou ferido ao ser baleado no braço logo após a divulgação do resultado das eleições deste domingo (5) no município de Assu, a 207 quilômetros de Natal. De acordo com a Polícia Militar do Rio Grande do Norte, o crime aconteceu durante a festa de comemorações da vitória de um candidato da região, que se elegeu deputado estadual. A vítima foi identificada como Antônio Alison da Silva, de 26 anos, que teria discutido com outro eleitor.

    Segundo o major Francisco de Assis Ferreira dos Santos, comandante da 10º Batalhão da PM, a polícia foi acionada até o local devido ao barulho dos carros de som. "Fomos cumprir uma ordem judicial para combater a poluição sonora. No local, nossa guarnição foi recebida a garrafadas e pedradas. Quando já estávamos controlando a situação, ouvimos os disparos", explicou o oficial.

    Ainda de acordo com o major, Antônio Alison foi atingido por quatro disparos. "Foram quatro tiros que acertaram ele. Outro rapaz que foi baleado no braço, mas recebeu atendimento médico e passa bem. Nossa suspeita é que a motivação tenha sido uma discussão política entre os envolvidos", disse. "O suspeito conseguiu fugir a pé, mas já temos informações sobre quem seria e as repassamos para a Polícia Civil, que vai dar seguimento às investigações", completou.

    Homem mata mulher a facadas, confessa crime e é liberado 12 horas depois

    O cabeceiro Francisco de Assis Alves e Oliveira, de 37 anos, apresentou-se na noite deste sábado (4), após matar a companheira Regina Coelli Pereira de Oliveira com golpes de faca, no bairro Golandim, em São Gonçalo do Amarante. O suspeito ficou detido 12 horas por não portar documentos, mas foi liberado na manhã deste domingo (5). 

    De acordo com o capitão Ivison, comandante do policiamento da cidade, o crime aconteceu por volta das 20h, na rua Raimundo Mendes. Francisco de Assis, depois de esfaquear a mulher durante uma discussão, fugiu e as equipes da Polícia Militar iniciaram uma busca pelo suspeito em toda a região. 

    O Papa de Caicó sem mandato em 2015


    O deputado Vivaldo Costa (PROS), representante do Seridó, ficou de fora em nova lista de eleitos para deputado estadual do RN.

    O candidato "Souza" do PHS (região salineira do estado) ficou com a vaga de Vivaldo. Apesar de Souza enfrentar problemas com o registro de sua candidatura, o TRE validou sua votação (20.440 votos).

    Caicó com um representante a menos. Por Jair Sampaio

    Campestre: Resultado final da enquete realizada pelo Paralelo sobre avaliação dos da Gestão Sione Ferreira

    Foi concluída a enquete realizada pelo Blog O Paralelo sobre a avaliação dos internautas locais da gestão da Prefeita Sione Ferreira do município de São José do Campestre, do início de 2013 até os dias atuais. Para os campestrenses que navegam na internet, a gestão do município foi considerada como ótima por 45 por cento dos participantes e pior por 27 por cento.

    Veja os dados

    1. Ótimo 45%
    2. Piorou 27%
    3. Melhorou 14%
    4. Mais ou Menos 4%
    5. Não mudou nada 10%
    O Paralelo

    Robério Paulino (PSOL) surpreende as pesquisas e interrompe sonho de Henrique em ganhar no primeiro turno

    Ficou adiado para o segundo turno a decisão da eleição para governo do estado do Rio Grande do Norte e o responsável foi a surpreendente votação obtida pelo professor Robério Paulino do PSOL, com um total que ultrapassou os 129 mil votos em todo o estado provocando assim o segundo turno. Enquanto a indústria das pesquisas apontavam o professor com apenas 2% das intenções de votos, Robério surpreendeu com mais de 8%, um verdadeiro tapa nos institutos de pesquisa, os créditos dessa votação surpreendente devesse aos jovens, segundo declarou Roberto Paulino à imprensa.


    Veja quais foram os dez Estaduais mais votados em São José do Campestre

    A lista com os 10 deputados estaduais mais votados na cidade de São José do Campestre coloca Ricardo Motta em primeiro lugar com 1,8 mil votos. Veja a relação.