• Últimas Notícias

    terça-feira, 12 de agosto de 2014

    Aprenda a salvar no computador a lista de contatos do seu celular

    O leitor Benedito entrou em contato com o UOL Tecnologia para saber como transferir sua lista de contatos, que está no smartphone, para o computador. Com o auxílio de gerenciadores de arquivo, o procedimento é bem simples.
    Se tiver alguma dúvida sobre tecnologia, envie um e-mail para uoltecnologia@uol.com.br, que ela pode ser respondida.
    Para começar, você pode baixar no computador o MobileGo, para 
    Android, ou o TunesGo, para sistema iOS. Os programas compatíveis com Windows são do mesmo desenvolvedor e, por isso, o funcionamento é bem parecido nas diferentes plataformas móveis.
    Com essas ferramentas, você poderá fazer uma cópia de segurança dos contatos do 
    Facebook, contas do Google, WhatsApp ou simplesmente dos números de telefone salvos na agenda do celular.
    Para usar o gerenciador, baixe a versão grátis do programa no computador. Conecte seu smartphone ao PC via cabo USB. Logo, o modelo do aparelho será reconhecido, assim como informações sobre versão do sistema operacional e memória. Isso significa que está pronto para usar.
    Veja aqui como fazer isso.
    UOL

    Fraude: GetEasy é um Esquema em Pirâmide – CUIDADO!

    Parece que a pilantragem não toma jeito e procura de todas as formas lesar o povo masoquista brasileiro. Todos os anos aparecem mais de 10 esquemas em pirâmide, que prometem um retorno anormalmente elevado e ainda prometem ferraris,casas e outros luxos. A GetEasy é o mais recente esquema em pirâmide, que promete um retorno de 333%, sem que para isso tenha que vender coisas ou recomendar.
    O Brasil já não é um país seguro para este tipo de esquemas em pirâmide pois, felizmente, agora a justiça brasileira está a bloquear e a fechar todas as empresas que funcionam segundo um esquema em pirâmide. Com este movimento da justiça, empresas como a TelexFree Brasil ou a BBOM fecharam e os seus membros perderam o dinheiro investido.
    As empresas que usam este tipo de esquemas ilegais, obtêm dinheiro dos seus utilizadores através da cobrança de um valor anual, ao qual adicionam o valor de um produto sem qualidade e muito inferior à concorrência, em troca de um retorno anormal elevado. Como não existe atividade real, os pagamentos dependem do recrutamento ou da entrada de novos utilizadores na pirâmide, no entanto vai chegar a um ponto em que todos os utilizadores vão deixar de receber o dinheiro e muitos utilizadores que acreditaram no dinheiro fácil e investiram, vão perder tudo.
    A GetEasy é mais um desses esquemas ponzi, que têm o tempo contado. Como em todos estes esquemas, inicialmente dão bastantes palestras, dizem que a sua vida vai mudar para melhor e bla bla bla bla… mais umas quantas mentiras. Até chegaram a usar o nome da DECO (Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor) e disseram que eram certificados por esta associação – aqui está o link para a alerta de fraude GetEasy. Revelam que já têm milhares de utilizadores, mas mesmo assim esta é a primeira ou segunda vez que você ouviu falar dessa empresa, que vende o pior produto e diz que é a melhor coisa do mercado.

    Saúde: Insulina inalável deve estar no mercado a partir de 2015

    Avanços na indústria farmacêutica. Uma insulina em pó inalável deve estar disponível no mercado norte-americano a partir do primeiro semestre de 2015. A farmacêutica francesa Sanofi assinou um acordo de licença de cerca de US$ 925 milhões (R$ 2,1 bilhões) com a empresa de biotecnologia norte-americana MannKind Corporation.
     
    De acordo com o site da Bloomberg, a MannKind Corporation receberá um pagamento inicial de US$ 150 milhões (R$ 341 milhões). Posteriormente, os pagamentos parciais podem chegar a US$ 775 milhões (R$ 1,765 bilhão), “caso sejam alcançados os objetivos particulares em termos de desenvolvimento, regulamentação e vendas”.

    Força Nacional de Segurança atuará por 180 dias no RN

    A Força Nacional de Segurança Pública foi autorizada pelo Ministério da Justiça a atuar como polícia judiciária no Rio Grande do Norte, pelo prazo de 180 dias. A medida foi publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira, 11. O uso da Força Nacional está sendo implementado à pedido do governo local, por meio de manifestação expressa no mês de junho, com o propósito de ajudar as autoridades locais a cumprir as metas da Estratégia Nacional de Justiça e Segurança Pública.

    As operações serão feitas com apoio logístico e supervisão dos órgãos de segurança do Rio Grande do Norte. De acordo com o Diário Oficial, o número do efetivo a ser disponibilizado pelo Ministério da Justiça só seria definido após o planejamento das operações, pelas autoridades. Porém, segundo a assessoria de imprensa da Secretaria Estadual de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed), inicialmente 12 agentes serão encaminhados para o RN: dois delegados, dois escrivães e oito agentes.

    O objetivo é que eles reforcem as investigações de homicídios para que o Estado cumpra a meta 2 da Estratégia Nacional de Justiça e Segurança Pública (Enasp) que pretende concluir os inquéritos e procedimentos investigatórios instaurados até 31/12/2007, em decorrência de homicídios dolosos. Por TN

    Empresário que trabalhava com marketing multinível é executado na Redinha, Natal

    Fotos: Sérgio Costa / Portal BO João Batista Silva Gomes, de 44 anos, foi assassinado com vários tiros, na noite desta segunda-feira (11), no Alto da Torre, na Redinha. A vítima havia chegado em um táxi, acompanhado da mulher, que desceu do veículo para ir até um mercado. Neste momento, homens se aproximaram de João Batista e começaram a atirar.
    Informações repassadas por policiais da Rocam dão conta que João Batista já vinha sendo perseguido minutos antes de morrer. Outro detalhe levantado pela polícia é que a vítima trabalhava com marketing multinível.
    Alguns familiares de João Batista estiveram na cena do crime, mas não quiseram conversar com a imprensa e nem com a polícia sobre o homicídio. O corpo foi levado para o Instituto Técnico-Científico de Polícia (ITEP), na Ribeira.
    Fonte: Portal BO