• Últimas Notícias

    quarta-feira, 16 de abril de 2014

    Vergonha: Paulo Wagner ‘trabalha duro’ para conseguir aposentadoria de R$ 27 mil por invalidez

    O deputado federal Paulo Wagner, do PV, tem trabalhado, e muito, nos bastidores da política local. Porém, se engana quem pensa que esse esforço é articulando a votação de algum importante projeto que ele tenha apresentado recentemente. 

    O parlamentar/apresentador de televisão está se esforçando é para conseguir a aprovação do pedido de aposentadoria por invalidez na Câmara Federal. Um pedido que garantirá a Paulo Wagner o salário de deputado federal e mais plano de saúde vitalício, sem precisar que ele continue realizando as cansativas viagens para Brasília e buscando, de quatro em quatro anos, a reeleição.
    O “trabalho” de Paulo Wagner neste sentido, segundo informações de bastidores políticos, aumentou nas últimas semanas. Vislumbrando a reta final do mandato dele na Casa Legislativa, Wagner buscou conversar, pessoalmente, com o ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves Filho (PMDB).

    Bancos deixarão de funcionar dois dias nesse feriadão da Semana Santa

    Esse ano de 2014 o feriado da Sexta-Feira Santa ‘emendou’ com o feriado do Dia de Tiradentes, na segunda-feira, 21.

    Nesses dois dias, os bancos não abrem.

    Funcionam até esta quinta-feira, 17, e reabrem na terça-feira, 22, com expediente normal.


    Tarifa de energia vai subir 11,4% a partir da próxima semana no RN

    A conta de energia elétrica de maio já chega mais cara à casa dos potiguares.

    A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou ontem reajuste de 11,4% para a baixa tensão, que engloba a conta de luz das residências e do comércio de pequeno porte.

    O reajuste é praticamente três vezes maior do que o aplicado em 2013, que foi de 3,84%, referente à revisão tarifária periódica realizada a cada cinco anos.

    Cerca de 1,29 milhão de unidades consumidoras, entre casas e comércios, serão afetados no Rio Grande do Norte com a medida.
     
    FONTE: Tribuna do Norte

    Decretada greve da PM na Bahia

    Os policiais militares da Bahia decidiram, em assembleia-geral realizada nesta terça-feira (15), no espaço Wet'n Wild, na Avenida Paralela, decretar greve por tempo indeterminado a partir da 0h de quarta (16). 

    Como já era sinalizado tanto pelos praças quanto pelos oficiais, a categoria não aceitou as propostas do governo do Estado, que apresentou a Lei de Modernização da PM na última quinta (10), a qual foi considerada um "retrocesso" pela classe. Apesar da reunião entre representantes da categoria e do Palácio de Ondina e apresentação de "avanços"em itens do Código de Ética da PM e do acordo salarial, não houve acordo em relação às reivindicações dos policiais, a exemplo do pagamento da Unidade Real de Valor Monetário (URV). 

    Os pontos discutidos em reunião foram apresentados pelo vereador Marco Prisco (PSDB) e rejeitados pela maioria dos mais de 2 mil policiais presentes à casa de shows, aos gritos de "ô, a PM parou". O tucano clamou à tropa não deixar o local e convocou outros PMs a se unir ao grupo. 

    Por Bahia Noticias

    CBF se articula para impedir possível paralisação do Brasileiro

    Disposto a impedir um possível adiamento do início do Campeonato Brasileiro, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) vem se articulando para derrubar a liminar conseguida, nesta terça, pelo Icasa, que garante, ao clube cearense, o direito de disputar a Série A da principal competição do futebol nacional em 2014.


    O grande objetivo da entidade é conseguir o seu êxito na manhã de quarta, antes da Assembleia Geral Eleitoral, onde Marco Polo del Nero será eleito o presidente da CBF durante o período compreendido entre 2015 a 2019, para que o Verdão do Cariri não exija ser eleitor. O argumento a ser usado é a impossibilidade de cumprir-se tal decisão judicial pelo fato de o Brasileirão começar no sábado.

    O Icasa ganhou nesta terça, na Justiça Comum , o direito de integrar a elite do futebol nacional por conta da escalação irregular de Luan José, do Figueirense, ainda na segunda rodada da Série B do Campeonato Brasileiro do ano passado. No entanto, segundo Paulo Schimidt, presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva, tal erro da agremiação catarinense já prescreveu.

    Futnet