• Últimas Notícias

    quinta-feira, 21 de novembro de 2013

    PM divulga nomes de oito meliantes detidos na operação policial realizada em Campestre

    Da esquerda para a direita - Luizinho (36), Felipinho (20), Beiço Lascado (23), Junior (20).
    Conforme o Blog O Paralelo divulgou com exclusividade na noite de ontem (QUARTA-FEIRA 20), o comando da operação policial realizada pelos sargentos PM Sargentos PM Eriberto, R. Silva e Lima, com apoio do GTO de Santa Cruz, e VTRs de Campestre e Tangará em São José do Campestre, divulgou para a imprensa os nomes de todos os detidos. 

    Menores apreendidos
    São Eles: Luiz Antônio dos Santos (vulgo Beiço Lascado) de 23 anos, Francisco Viana da Silva Junior (vulgo Junior) de 20 anos, Luiz Antônio Carlos (vulgo Luizinho) 36 anos, Felipe dos Santos Fernandes (vulgo Felipinho),  além dos menores apreendidos, A.P.S de 17 anos e R.S.S de 15 anos. 

    Já na manhã de hoje dando sequencia a operação policial e dando prosseguimento as prisões o Sargento PM R. Silva comandante do destacamento policial de Campestre e seus comandados conseguiram deter mais dois elementos que chegaram hoje de manhã na mesma casa-refúgio no Bairro dos Tanques em Campestre. Foram detidos os menores: L. B. F. T. de 16 anos, residente na Lagoa do Feijão e outro menor de iniciais M. N. C. de 15 anos residente na Rua Luiz Batista, todos em Tangará. 

    Armas e munição apreendidos pela PM
    Segundo informações da PM até agora já foram detidos oito meliantes, todos com passagem pela policia e alguns deles considerados de alta periculosidade, alguns dos integrantes dessa quadrilha invadiram na última semana o hospital municipal de Tangará. As informações dão conta que a quadrilha se articulou e montou seu quartel general no bairro dos tanques e usavam a casa como esconderijo. Com isso a sociedade fica um pouco mais aliviada com a limpeza feita pela PM tirando de circulação essa quadrilha. 

    Blog O Paralelo

    Telexfree, depois da pirâmide financeira, agora está às voltas com plágio

    Semelhanças que não são meras coincidências
    Como se não bastasse a acusação do MP por prática de pirâmide financeira, a Telexfree, empresa que presta serviços de telefonia pela internet, plagiou sua marca, um desenho com faixas coloridas, do BWF World Champions, um campeonato de badminton que aconteceu há três anos em Paris.

    A empresa nem se deu ao trabalho de trocar as cores das dez faixas que compõem a logo. Apenas duas, em tons de amarelo no símbolo do campeonato de badminton, foram coloridas de verde e azul pela Telexfree, que divulgou ontem um vídeo em que anuncia a alteração de sua marca.

    Por Lauro Jardim

    SUS ampliará acesso a cirurgias de mudança de sexo

    O Ministério da Saúde anunciou que irá redefinir e ampliar o acesso a cirurgias de mudança de sexo pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A decisão, publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (21), acata a decisão judicial que, em setembro, determinou que o Ministério da Saúde tomasse as medidas necessárias para facilitar o acesso a cirurgias de transgenitalização e adequação sexual pelo SUS.
    Segundo novas diretrizes, o SUS deverá arcar através das Redes de Atenção Básica com ações terapêuticas para travestis e transexuais que busquem a cirurgia de mudança de sexo. Também fica definida a criação de um Serviço de Atenção Especializado no Processo Transexualizador.

    Dirceu dizer que é preso político 'não cola', diz Roberto Jefferson

    Recluso há uma semana em sua casa no interior fluminense, onde espera a ordem de prisão do Supremo Tribunal Federal, o ex-deputado Roberto Jefferson (PTB-RJ) decidiu voltar ao ataque.
    Em entrevista à Folha por telefone, ontem, ele criticou o desafeto José Dirceu e classificou como "absurda" a postura do ex-ministro de se apresentar como preso político.

    "É a mesma coisa que ele dizer que foi cassado por um Congresso de exceção. Não tem cabimento", afirmou o autor da denúncia do mensalão, em 2005.
    Jefferson disse que o Brasil é uma democracia e que 8 dos 11 ministros do STF foram nomeados por governos do PT. Acrescentou que a corte respeitou o direito de defesa dos réus e transmitiu o julgamento ao vivo, pela televisão.

    O petebista sugeriu que corre risco de vida se for preso no complexo da Papuda, em Brasília. Disse que sua relação com os réus petistas, como Dirceu, é "complicada". E que o presídio abriga homens condenados pelo assassinato de um juiz, em julgamento do qual ele participou como assistente de acusação.
    Oito anos depois, Jefferson disse não se arrepender de ter denunciado o mensalão --o que lhe custou o mandato e, agora, a liberdade. Ele foi cassado na Câmara e condenado a sete anos de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Ele nega os crimes.

    Isso é um absurdo. Não emplaca, não cola. Nós vivemos uma democracia plena no Brasil. Os três poderes trabalham com total liberdade. O julgamento foi feito às claras, transmitido pela TV.
    Que preso político é esse? [referindo-se a José Dirceu]. É a mesma coisa que ele dizer que foi cassado por um Congresso de exceção. Não tem cabimento. Se eu disser isso, você vai rir de mim.
    Só os três reclamam, o Dirceu, o [José] Genoino e o Delúbio [Soares]? E os outros que não reclamam? Eu não vejo o Romeu Queiroz ou a Kátia Rabello reclamando.
    Eu respeito e entendo o sofrimento deles, mas é o "jus esperneandi". Eu não vou fazer isso.
    O Supremo [Tribunal Federal] tem só três ministros que não foram feitos pelo governo do PT. Os outros oito foram nomeados pelos governos Lula e Dilma. Não estamos na Venezuela do Maduro, no Equador, em Cuba.

    Folha