• Últimas Notícias

    terça-feira, 16 de abril de 2013

    Salário Minimo de 719,48 em 2014 é a proposta do Governo Federal

    Foto: Divulgação
    Foi divulgada nesta segunda-feira (15) a proposta para a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) do Governo Federal para os próximos anos. Entre as medidas apresentadas está o novo valor do salário mínimo, que deve ser de R$ 719,48 em 2014.

    Atualmente, o valor do piso é R$ 678. A proposta também apresenta os possíveis salários mínimos em 2015 e 2016: R$ 778,17 e R$ 849,78, respectivamente. Os valores, que ainda precisam passar pelo Congresso, ainda não são definitivos e podem variar de acordo com o cerscimento do PIB e da inflação medida pelo INPC.
    A previsão do aumento de preços é de 5,2% em 2013 e 4,5% no ano seguinte. Já para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), a expectativa oficial é de 3,5% e 4,5% nos próximos dois anos.

    Aplicativo do Kama Sutra em 3D mostra posições de diversos ângulos

     Foto: The Sun / ReproduçãoO Kama Sutra chega ao século 21 com um aplicativo que apresenta as posições eróticas em 3D. As imagens do Kama Xcitra podem ser vistas de diferentes ângulos, segundo o The Sun.


    O app acompanha o livro impresso, que traz uma nova versão do texto do Kama Sutra, obra baseada nas filosofias do Hindu indiano que teriam sido escritas há 2 mil anos. As imagens nas folhas de papel, quando vistas pela câmera do celular, aparecer em três dimensões.

    Justiça brasileira condena pouco em crimes de colarinho branco, diz CNJ


    O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) divulgou uma pesquisa com dados de processos judiciais envolvendo corrupção, lavagem de dinheiro e improbidade administrativa. Ainda incompleto, o levantamento revela que, em 2012, havia 25.799 processos sobre esses temas em tramitação na Justiça brasileira, mas apenas 205 réus foram condenados definitivamente.
    Segundo a pesquisa, os tribunais brasileiros aceitaram, em 2012, 1.763 denúncias criminais envolvendo corrupção e lavagem de dinheiro e abriram 3.743 processos civis por improbidade administrativa. Foram registrados 594 julgamentos definitivos e 96 prescrições. As prescrições são o arquivamento de processos por demora no julgamento.
    O levantamento foi feito em fevereiro deste ano e englobou dados do Superior Tribunal de Justiça (STJ), dos cinco tribunais regionais federais e dos tribunais das 27 unidades da Federação. Várias cortes não responderam, ainda que parcialmente, deixando o levantamento incompleto. As faltas variam de acordo com a questão apresentada na pesquisa.
    Segundo a assessoria do CNJ, os tribunais que não se manifestaram estão sendo cobrados.  Esse é o primeiro levantamento nacional para controlar a tramitação de processos envolvendo os chamados crimes do colarinho branco. Mesmo sendo responsável por colher os dados, o CNJ disse que não pode garantir a veracidade das informações, pois cada tribunal atua de forma autônoma.
    Agência Brasil