• Últimas Notícias

    terça-feira, 26 de março de 2013

    Condenados, Carla Ubarana e o marido são levados para presídios

    Fotos Sérgio Costa

    A pivô do escândalo dos precatórios no Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, Carla de Paiva Ubarana Araújo Leal, e o marido dela, George Lea, presos na manhã desta terça-feira (26), vai ficar detidos em presídios. Os dois, que foram detidos em casa, no Tirol, têm condenação a 10 e 6 anos, respectivamente.

    Após serem levados para a Delegacia de Capturas, onde foram comunicados pelo delegado Ben-Hur Cirino de Medeiros da existência dos mandados de prisão, Carla e George foram conduzidos até o Instituto Técnico-Científico de Polícia (ITEP), onde farão exames de corpo delito.
    Em seguida, cada um vai ficar em uma unidade prisional. O delegado Ben-Hur Cirino informou que, por questões de segurança, não iria revelar os locais onde eles vão ficar preso, até mesmo porque o casal teve benefício da delação premiada e deverá ter alguns benefícios, mesmo estando detido.
    Carla Ubarana e o marido George estavam dormindo quando os policiais e os oficiais de Justiça chegaram na casa deles, nas primeiras horas da manhã. Ao saber da nova prisão, os dois chegaram a pedir um tempo para trocarem de roupa.

    Os dois são réus em processo que investiga esquema fraudulento dentro do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, no chamado escândalo dos precatórios. Os dois foram presos durante a Operação Judas, no início do ano passado, mas ganharam liberdade pouco tempo depois. Carla teve condenação de 10 anos e 4 meses de prisão e George pegou pena de 6 anos e 4 meses. 
    Portal BO
    O Paralelo: Interessante é saber onde estão os peixes grandes.



    Ministério Público do RN denuncia Oficiais da PM por desvio de dinheiro público


    O Ministério Público Estadual está acusando sete policiais militares pela prática de improbidade administrativa por, supostamente, terem desviados recursos públicos da Polícia Militar do RN. Promotores da Defesa do Patrimônio Público estimam que R$ 334.755,30 tenham sido retirados do setor de finanças da Corporação após irregularidades cometidas pelo tesoureiro geral, que teria direcionado cheques a familiares e amigos. Três oficiais superiores são investigados.

    A Ação Civil Pública de Responsabilização pela Prática de Atos de Improbidade Administrativa, impetrada na quarta-feira dessa semana, foi distribuída por sorteio para a 3ª Vara da Fazenda Pública de Natal e está conclusa para despacho. O suposto esquema vinha sendo investigado desde o ano de 2005, quando foi identificado, mas só agora foi denunciado ao TJ.
    O MP aponta que o major Francisco Flávio Melo dos Santos, que ocupou o cargo de tesoureiro da diretoria de finanças, seria o líder de um esquema de desvio de dinheiro na Corporação. Ele teria direcionado cheques e falsificado a assinatura do comandante da PM da época, o coronel Edvaldo Balbino Rodrigues. Os cheques, de acordo com a denúncia, tiveram como beneficiários a sua irmã, major Maria Tereza dos Santos Boggio, a sua amiga sargento Verací Câmara de Freitas, a sua ex-namorada Selma Maria Ribeiro, dois soldados da PM (Cleber Benedito Martins e José Francisco Caetano) e o sargento Mário Romão da Silva.
    Continue AQUI

    Skol é advertida por propaganda de sorverte


    Sorvete Skol será oferecido na versão em massa, em pote de 150 ml  (Foto: Divulgação)O Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar) decidiu advertir a Skol pela campanha de divulgação do lançamento de um sorvete com sabor de cerveja por entender que a propaganda feita no site da empresa e na página da marca no Facebook poderia despertar a atenção do público infanto-juvenil.

    A advertência foi aprovada por unanimidade do conselheiros, em julgamento realizado no último dia 20.
    G1


    Beneficiários do Bolsa Família no RN irão receber peixes na Semana Santa

    As 54 mil famílias atendidas pelo programa Bolsa Família, em 50 municípios do RN, irão receber doações de peixes para manter a tradição de consumir o alimento durante a Semana Santa, como divulgou o Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater). Segundo a Emater, serão doadas 114 toneladas de pescado, cuja entrega será nesta terça-feira (26) e quarta-feira (27) nas comunidades rurais espalhadas por todo o estado.

    A entrega dos peixes será feira pelos extensionistas rurais da Emater e servidores das prefeituras municipais. Segundo a Emater, a distribuição do pescado é uma ação do Governo do Estado, executada pela Emater, e em parceria com o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), representando um investimento de R$ 800 mil.

    De acordo com a gerente do Compra Direta e extensionista rural da Emater, Kize Aracheli, todo o pescado adquirido é originário de águas interiores (açudes, lagoas, tanques e viveiros) e da pesca artesanal em águas salgadas. Os fornecedores são pescadores que recebem assistência técnica da Emater.

    Ainda segundo Kize Arachelli, cada família beneficiada receberá dois quilos de pescado dos seguintes tipos: tilápia, (de águas internas) e atum, dourado, serra, cioba, biquara e pescada (de águas salgadas). Até o final de março, a Emater enviará um relatório com as informações sobre a distribuição do pescado ao Conselho Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional, de acordo com orientações do MDS.