• Últimas Notícias

    quinta-feira, 21 de março de 2013

    Situação de Marco Feliciano se tornou “insustentável”, diz Henrique

    Jovens protestam em evento comemorativo aos dez anos da Seppir
    (Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial) nesta quinta-feira

    O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), prometeu nesta quinta-feira (21) resolver até o próximo dia 26 o impasse sobre a permanência do deputado Marco Feliciano (PSC-SP) à frente da Comissão de Direitos Humanos.
    — Posso assegurar que esta Casa vai tomar uma decisão a curtíssimo prazo porque a Comissão de Direitos Humanos, pela sua importância, não pode ficar neste impasse. Agora, passou a ser também responsabilidade do presidente da Câmara dos Deputados.
    Segundo Alves, a permanência do pastor como presidente criou um clima de radicalização inaceitável.
    — Esta Casa tem de primar pelo equilíbrio, pela serenidade, pela objetividade, pelo trabalho parlamentar. E do jeito que está tornou-se insustentável.

    O PARALELO: Já está na hora desse individuo pegar o beco.

    Polícia Federal emite nota sobre a Operação Cactus.

    A Polícia Federal divulgou há pouco nota oficial sobre a Operação Cactus, que cumpriu mandado de busca e apreensão na manhã de hoje na casa do ex-deputado estadual e ex-diretor do Dnocs, Elias Fernandes.

    Confira o texto na íntegra:

    A Polícia Federal, em conjunto com a Controladoria-Geral da União (CGU) deflagrou na manhã de hoje (21/03) a Operação Cactus, com o objetivo de desarticular organização criminosa especializada em desviar recursos públicos transferidos pela união a diversos municípios cearenses mediante convênios e contratos de repasses.
    A Policia Federal cumpre 62 mandados judiciais de busca e apreensão expedidos pela 11ª Vara da Justiça Federal em Fortaleza, nos seguintes municípios cearenses: Aiuaba, Apuiarés, Barbalha, Canindé, Catarina, Fortaleza, Guaraciaba do Norte, Iguatu, Irauçuba, Itapipoca, Itapiúna, Juazeiro do Norte, Morada Nova, Mucambo, Quixeramobim, Reriutaba, Saboeiro, Tarrafas, Tejuçuoca e Ubajara.
    Estão sendo cumpridos, também, mandados em Aparecida de Goiânia/GO, Brasília/DF e Natal/RN. Participam da operação cerca de 288 policiais federais e 12 auditores da Controladoria-Geral da União.
    Será concedida entrevista coletiva às 15h na Superintendência de Policia Federal no Ceará/CE, localizada na Rua Dr. Laudelino Coelho, nº 55, bairro de Fátima, Fortaleza/CE

    Hudson é preso pela segunda vez no mesmo dia por porte de armas e drogas


    O cantor Hudson, que faz dupla sertaneja com Edson, foi preso na noite da última quarta-feira (20/03), pela segunda vez no mesmo dia.
    A Polícia Militar de Limeira recebeu uma ligação anônima com informações de que o artista teria mais armas dentro de sua residência, além das que causaram sua prisão pela manhã.
    Além das armas - uma carabina e uma bereta -, também foi encontrada uma porção de maconha e munição, incluindo material de uso restrito do Exército.
    De acordo com a PM, Hudson estava dormindo quando a equipe chegou em sua casa no condomínio Estância Eldorado, em Limeira. O cantor colaborou com os agentes, que apresentaram uma mandato de busca e apreensão.
    Em tempo: Na manhã de quarta-feira (20/03), o sertanejo foi preso em flagrante por porte ilegal de uma pistola 380 e um revólver 38, ambos com munição. Apesar de regularizadas, o cantor não tinha permissão para o transporte. Hudson só foi liberado após pagar R$ 6 mil de fiança, para responder o processo em liberdade.
    Fonte: Com informações do MSN Brasil


    PF entra na casa do ex-deputado Elias Fernandes


    O dia começa agitado com operação policial da Policia Federal.
    Hoje por volta das 6:00 da manhã duas viaturas da PF chegaram na casa do ex-deputado Elias Fernandes na av. Afonso Pena.
    As primeiras informações que chegam é que a operação acontece no RN e no Ceará e que são vários mandados de busca e apreensão.
    A operação teve inicio no âmbito do Ministério Publico Federal.
    Não custa lembrar que Elias Fernandes deixou o DNOCS em 2011 sob suspeitas de irregularidades.
    O ex-deputado Elias Fernandes um dos alvos da operação Cactus, desencadeada hoje cedo pela PF, há muito tempo era cotado para ser o novo secretário de Recursos Hídricos do governo Rosa.
    Chegou a ser nome praticamente certo na composição para o PMDB continuar no governo, mas de ultima hora foi preterido.
    Elias não escondia de ninguém a insatisfação por não ter sido nomeado, chegou a deixar transparecer em entrevista ao Jornal de Hoje.
    Será que Rosalba tinha informação que existiria um investigação correndo que envolvia o ex-deputado?
    Para o “lugar” de Elias foi nomeado Leonardo Rêgo, o maior opositor do seu grupo no alto oeste. O ex-prefeito de Pau dos Ferros é filho do deputado Getulio Rêgo.

    Blog do BG