• Últimas Notícias

    domingo, 28 de outubro de 2012

    Lewandowski é xingado de ‘bandido e corrupto’ após votar em São Paulo

    Ricardo Lewandowski
    foto: Elza Fiúza/ A Br
    Ministro-revisor do STF no processo do Mensalão foi insultado enquanto votava em São Paulo
    SÃO PAULO - O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e revisor do processo do Mensalão, Ricardo Lewandowski, foi insultado no início da tarde deste domingo (28) enquanto saía do Colégio Mário de Andrade, na zona sul de São paulo, após votar.
    Enquanto o ministro dava entrevista aos repórteres, uma eleitora exclamou ao se aproximar dizendo "Que nojo!". Lewandowski afirmou que a manifestação da eleitora, na verdade, era referida a alguma coisa na calçada do colégio.
    Lewandowski estranhou a reação dos eleitores. "Na verdade, sou cumprimentado nos lugares onde vou", disse.
    Ao deixar o colégio, um mesário também se manifestou: "Mande lembranças ao Zé Dirceu", afirmou, referindo-se ao ex-ministro da Casa Civil, José Dirceu, absolvido por Lewandowski no julgamento do Mensalão.
    A imprensa encontrou dificuldades e foi impedida de acompanhar a votação do ministro, por ordem do juiz eleitoral Alexandre David Malfatti. O motivo da proibição, segundo o juiz, é de que era juma decisão pessoal. Após de votar, no entanto, Lewandowski falou com os jornalistas.

    Carlos Eduardo: Natal passou 4 anos de retrocesso

    Na primeira entrevista como prefeito eleito de Natal, Carlos Eduardo destacou que é preciso recuperar a cidade. “Natal tem quatro anos de retrocesso. A cidade não está acompanhando o crescimento do Brasil”, disse.
    Ele observou que a cidade de tem investimentos baixos nas obras de mobilidade. “Recebemos menos de R$ 500 milhões para as obras de mobilidade e não conseguimos até este momento, não começamos nem mesmo uma obra”, comentou.
    Ele disse que vai correr atrás do prejuízo: “sei o que me espera, mas nós vamos enfrentar”. Ele lembrou que já governou a capital e destacou que “a experiência administrativa ajuda bastante”.
    Panorama Político

    Biografia do Prefeito eleito Carlos Eduardo

    Biografia
    Carlos Eduardo Nunes Alves nasceu no Rio de Janeiro em 5 de junho de 1959, tem 53 anos. É filho do político e jornalista, Agnelo Alves. Desde os dois anos de idade reside em Natal. Se formou em Direito pela Faculdade Católica Santa Úrsula, no Rio de Janeiro. Recém-formado, logo iniciou sua atuação política.
    Voltou a Natal e se elegeu deputado estadual pelo PMDB em 1986, tendo ocupado uma cadeira na Assembleia Legislativa por quatro legislaturas e chegou a ser líder da oposição. Em 1996, assumiu a antiga Secretaria Estadual do Interior, Justiça e Cidadania e implantou nove Centrais do Cidadão, construiu os presídios de Alcaçuz e de Caicó, e implantou o Hospital de Custódia e a Casa Albergue.

    Em 2000, Carlos Eduardo foi eleito vice-prefeito de Natal na chapa encabeçada por Wilma de Faria e em 2002 assumiu a prefeitura de Natal com a renúncia da titular para disputar e vencer o Governo do Estado. Em 2012, Wilma de Faria foi eleita vice-prefeita pela chapa encabeçada por Carlos Eduardo.

    Como prefeito, viabilizou a implantação do aterro sanitário da Grande Natal, fez o Parque da Cidade, o primeiro parque ecológico municipal, num projeto arquitetônico de Oscar Niemeyer. Construiu a primeira maternidade municipal da Zona Norte, o ginásio Nélio Dias, dentre outras obras. No início de 2009 foi acusado de desperdiçar mais de R$ 10 milhões na compra de medicamentos vencidos.

    NATAL: Carlos Eduardo vence o 2º turno com mais de 61 mil votos

    Prefeito eleito Carlos Eduardo é recebido por uma multidão na sede do PDT.
    Chegada de Carlos Eduardo para entrevista coletiva (foto Canindé Soares)
    Finalizado a apuração dos votos em Natal, de acordo com as pesquisas eleitorais a aleição ficou assim definida


    Em Natal foram apurados 100% dos votos totalizados

    Carlos Eduardo 214.687 votos (58,31%)
    Hermano Morais 153.522 votos (41,69%)
    Abstenções chega a 102.202
    Votos em branco 15.733 (3,71%)
    Mais de 20% dos eleitores não compareceram nessas eleições ou seja 102.324  (19,44%) eleitores.
    Foram apurados 424.093 votos
    Votos nulos somaram 40.135 (9,46%) 


    No primeiro turno Carlos Eduardo obteve 153.464 votos e Hermano Moraes 87.380 votos.


    Carlos Eduardo consegue assim desbancar os apoios dos Deputados Henrique Eduardo Alves, João Maia e do Ministro Garibaldi que apoiaram Hermano Morais. 

    
    

    TRE divulgou até agora 77,39% dos votos apurados em Natal

    ATUALIZANDO

    Em Natal foram apurados até agora 77,39 % dos votos totalizados

    Carlos Eduardo 163.597 votos (57,74%)
    Hermano Morais 119.737votos (42,26%)
    Abstenções chagam a 19,56%

    Em instantes mais atualizações

    Natal: Maioria de Carlos Eduardo já ultrapassa os 36 mil votos

    ATUALIZANDO

    Em Natal foram apurados até agora 69,65 % dos votos totalizados

    Carlos Eduardo 145.402 votos (57,13%)
    Hermano Morais 109.121 votos (42,87%)
    Abstenções chagam a 19,65%

    Em instantes mais atualizações

    TRE já ultrapassa mais de 50% dos votos apurados e consolidam a vitória de Carlos Eduardo

    ATUALIZANDO

    Em Natal foram apurados até agora 56,26 % dos votos totalizados

    Carlos Eduardo 117.116 votos (57,09%)
    Hermano Morais 88.023 votos (42,91%)

    Em instantes mais atualizações

    Natal: Carlos Eduardo já ultrapassa os 94 mil votos em 45,81% dos votos apurados

    ATUALIZANDO

    Em Natal foram apurados até agira 45,81 % dos votos totalizados

    Carlos Eduardo 94.446 votos (56,07%)
    Hermano Morais 72.131 votos (43,03%)

    Em instantes mais atualizações

    Natal: TRE divulga 33,82% dos votos apurados

    ATUALIZANDO

    Em Natal foram apurados até agira 23,87% dos votos totalizados

    Carlos Eduardo 69.696 votos (56,08%)
    Hermano Morais 53.002 votos (43,20%)

    Em instantes mais atualizações

    Natal: Mais uma parcial divulgada pelo TRE

    ATUALIZANDO

    Em Natal foram apurados até agira 23,87% dos votos totalizados

    Carlos Eduardo 48.962 votos (56,46%)
    Hermano Morais 37.772 votos (43,55%)

    Em instantes mais atualizações

    Natal: Apurados 14,65% dos votos totalizados, Carlos Eduardo mantém maioria

    ATUALIZANDO

    Em Natal foram apurados até agora 14,65% dos votos totalizados

    Carlos Eduardo 30.551 votos (57,21%)
    Hermano Morais 22.349 votos (42,79%)

    Em instantes mais atualizações

    TRE Divulga a terceira parcial em Natal

    ATUALIZANDO

    Em Natal foram apurados até agira 4,94% dos votos totalizados

    Carlos Eduardo 9.929 votos (54,93%)
    Hermano Morais 7.825 votos (44,03%)

    Em instantes mais atualizações

    Natal: Divulgado a primeira parcial pelo TRE

    ATUALIZANDO

    Em Natal foram apurados até agira 1,79% dos votos totalizados

    Carlos Eduardo 3.486 votos (54,02%)
    Hermano Morais 2.954 votos (45,08%)

    Em instantes mais atualizações

    Eleição em Curitiba é totalizada em menos de 1 hora

    Em exatos 48 minutos Curitiba já conhece seu prefeito eleito no 2º turno, Gustavo Fruet (PDT) obteve 60,65% contra 39,44% de Ratinho Junior do PSC.

    Campestre: Falando de diplomação e articulações políticas

    Com a diplomação dos eleitos em São José do Campestre no ultimo pleito do dia 7 de outubro prevista para a primeira quinzena de dezembro os vereadores em sua grande maioria já articulam um nome para a presidência da Câmara Municipal, um dos mais contados é o do atual presidente Reginaldo, mas também haverá um segundo nome que poderá entrar na disputa para um possível confronto que é o Vereador Jailson (Nêgo), já a oposição poderá também lançar outro nome ou se preferir provocar um possível racha apoiando o segundo nome. No exercício do mandato em 2013 o sistema governista poderá já contar com o apoio de um dos vereadores eleitos pela oposição que migrará para apoiar a prefeita Sione.

    A diplomação ocorrerá na Câmara Municipal e serão diplomados os prefeitos, vice-prefeitos, vereadores e suplentes das três cidades que formam a 15ª zona eleitoral, São José do Campestre, Serra de São Bento e Monte das Gameleiras.

    Hermano Morais desafia institutos de pesquisa

    O candidato a prefeitura do Natal, Hermano Morais (PMDB), votou por volta das 11h30, na escola estadual professor Anísio Teixeira, no bairro de Petrópolis, e saiu confiante do colégio eleitoral. Em rápida entrevista a imprensa, o deputado disse que crê na vitória e lembra que no 1º turno a eleição de Carlos Eduardo era dada como certa, e aconteceu o contrário.
    Hermano acredita que as pesquisas serão contrariadas mais uma vez. Ao seu lado estavam o ministro da previdência, Garibaldi Alves Filho, e o presidente nacional do PMDB, Henrique Alves, também confiantes na vitória.
    Ao se despedir da imprensa e eleitores, Hermano diz que se eleito iniciará, de imediato, um pacto por Natal, para restabelecer os serviços que estão parados e reorganizar a cidade.

    Macaíba: Soldado da PM é assassinado a tiros

    Um soldado da Polícia Militar do destacamento de Macáiba, município da Grande Natal, identificado como Ismael Antônio Mendes da Silva, de 44 anos, foi assassinado na noite deste sábado(27), por volta das 20h30. O crime foi confirmado pela Delegacia de plantão Zona Sul.
    Segundo informações o soldado caminhava pela rua Uruaçu, localizada na Vila São José, quando foi surpreendido por dois homens em uma motocicleta que desceram rapidamente e efetuaram dois disparos de arma de fogo, um dos tiros nas costas e outro na nuca.
    Uma equipe do Instituto Técnico e Cientifico de Polícia-ITEP, esteve no local e fez a remoção do corpo. A polícia informou a reportagem do DN online que já existe um suspeito pelo crime, um jovem de 18 anos.

    Homem é preso em Natal por tirar foto no momento do voto


    Um homem foi preso por crime eleitoral na manhã deste domingo (28), no colégio Francisco de Assis, no bairro Nazaré, Zona Leste de Natal. Segundo o chefe de cartório, Manoel Revoredo, o eleitor foi preso por tirar uma foto no momento do voto.
    “o presidente dá a ordem de prisão e em seguida aciona o Policial Militar que se encontra no colégio”, explicou Manoel. O eleitor foi encaminhado para o Ginásio do Centro de Atenção Integrada À Criança (CAIC), em Lagoa Nova, onde ocorrem as prisões por crimes eleitorais da área. “Dependendo da ocorrência ele pode permanecer preso, mas nesse caso, ele deverá ser liberado após o término da eleição (17h)”.
    Além da prisão, a 3ª Zona registrou pelo menos três urnas quebradas até às 10h da manhã de hoje.
    Do Dn Online