• Últimas Notícias

    sábado, 27 de outubro de 2012

    Aos 59 anos, morre em Salvador a atriz Regina Dourado


    Morreu na manhã deste sábado (27), em Salvador, a atriz baiana Regina Dourado, aos 59 anos, segundo informações de familiares. Ela lutava contra um câncer descoberto em 2003 e estava internada há uma semana no Hospital Português, na capital baiana.
    Ainda de acordo com os familiares da atriz, o velório será aberto ao público e acontecerá neste sábado, no Cemitério Jardim da Saudade, em Salvador. O corpo de Regina será cremado em cerimônia privada no domingo (28).
    Pelo Twitter, Glória Perez, autora da novela "Salve Jorge", comentou: "Perdemos a Regina Dourado. Sábado triste". A novelista criou um dos papéis mais populares de Regina na TV: Lucilene, mulher de Salgadinho (Rogério Cardoso), em "Explode coração" (1995).
    Nascida em Irecê, interior da Bahia, em 1953, Regina iniciou a sua carreira aos 15 anos, na Companhia Baiana de Comédias. Nesta época, ela também participava do Grupo de Dança Contemporânea da Universidade Federal da Bahia, do Coral Ars Livre e do Grupo Zambo. Na TV, sua primeira novela foi "Pai herói" (1979), de Janete Clair, na TV Globo. A estreia da atriz no vídeo aconteceu um ano antes, no especial "A morte e a morte de Quincas Berro D'água". Durante sua carreira, a baiana passou por emissoras como Globo, SBT, Bandeirantes e Record.
    Regina atuou ainda em novelas como "Cavalo amarelo" (1980), na Bandeirantes, e "Pão pão, beijo beijo" (1983), já novamente na Globo. No canal ela ainda esteve em "Roque Santeiro" (1985), "Felicidade" (1991), "Renascer" (1993), "Tropicaliente" (1994), "Explode coração (1995)" e "Rei do gado" (1996). O último trabalho da atriz na Globo foi a novela "América" (2005), de Gloria Perez. Ela também esteve no elenco de "Bicho do mato (2006), na Record. O trabalho mais recente da atriz, na novela "Caminhos do coração" (2008), também foi realizado nesta emissora.
    Na TV, Regina também esteve nas minisséries "Lampião e Maria Bonita" (1982), "O pagador de promessas" (1988), "O sorriso do lagarto" (1991), e "Tereza Batista" (1992). No teatro, a atriz atuou em peças como "Memórias de um sargento de milícias" e "Rei Brasil 500 Anos". Já no cinema, ela fez longas como "Corpo em delito" (1990); "Corisco & Dadá" (1996), e "No coração dos deuses" (1999). O Globo

    Parazinho: Prefeito eleito faz sua primeira viagem de trabalho a Brasília

    O prefeito eleito do município de Parazinho, Marquinhos realizou esta semana sua primeira viagem de trabalho a Brasília na condição de prefeito eleito. Estava acompanhado do empresário Ferreira do Colégio Hipócrates e Laerte, prefeito eleito da cidade de Rio do Fogo. 
    Eles foram à Brasília a convite do Ministro da Pesca, Marcelo Crivela e do presidente da Confederação Nacional da Pesca, o potiguar Abraão Lincon discutir a implantação de projetos em aquicultura e no lançamento do Plano Safra. Também foram discutidos os novos rumos da educação de Parazinho com o ministro da Educação Aluizio Mercadante.
    O prefeito eleito Marquinhos retornou da capital federal muito satisfeito com os primeiros encontros realizados  nos ministérios pela calorosa recepção.

    Prefeitos temem não conseguir cumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal com as quedas constantes no FPM


    De acordo com presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM) , Paulo Ziulkoski, os repasses do FPM, que começaram o ano com previsão de R$ 77 bilhões, já foram reestimados em menos de R$ 70 bilhões. Ele também disse que as desonerações causarão um impacto superior a de R$ 1,5 bilhão nos repasses às prefeituras, pelos dados da entidade. 
    Com as quedas do FPM, prefeituras em vários Estados estão adotando o meio expediente para conter gastos. Os prefeitos temem não conseguir cumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e o presidente da CNM alerta que muitos prefeitos terão essa dificuldade. “Eles correm o risco de virar ficha suja. E o maior impacto é na Saúde e na Educação”, disse

    Cadastro para obter recursos para educação infantil termina em 31 de outubro

    A Confederação Nacional de Municípios (CNM) alerta os gestores municipais que o prazo para o cadastro no Sistema Integrado de Monitoramento, Execução e Controle do Ministério da Educação (Simec) termina em 31 de outubro. Os gestores devem preencher os dados no sistema a fim de obter os recursos para manutenção e ampliação da educação infantil de escolas públicas ou conveniadas com poder público.
    A entidade explica que o cadastro no Simec servirá de base para dois tipos de transferência de recursos. O primeiro destina-se às novas turmas de creches e pré-escolas, iniciadas em 1º de junho e que não estão contempladas no Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). O segundo tipo de repasse destina-se à manutenção de creches que atendam crianças de zero a quatro anos já cadastradas no censo escolar e que sejam beneficiárias do programa Bolsa Família.
    Os recursos serão repassados em parcela única, mediante transferência automática, cuja conta bancária será aberta pelo Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação (FNDE).

    Faça aqui  o cadastro

    Colega de quarto confessa ter matado estudante e atribui crime a bullying

    
José Leandro Pinheiro, estudante de matemática assassinado em república no Jardim Botânico
Foto: Arquivo pessoal / DivulgaçãoDepois de um depoimento de 15 horas, o estudante de matemática Bruno Euzébio dos Santos, de 26 anos, confessou, na noite desta sexta-feira, que matou o colega de quarto José Leandro Pinheiro, de 21 anos, porque era vítima de bullying. Segundo o diretor da Divisão de Homicídios (DH), Rivaldo Barbosa, a confissão ocorreu na presença dos pais do autor do crime e de um psicólogo. Bruno, no entanto, não disse se era tratado por algum apelido, mas relatou que as risadas dos jovens da república no Jardim Botânico, onde ocorreu o crime, o incomodavam. O indiciado será levado para uma unidade prisional em Bangu no sábado.
    Ele contou que, na noite da última quarta-feira, véspera do dia do crime, ele não conseguia dormir por causa dos colegas que ficaram conversando até tarde. Antes de cometer o assassinato, Bruno tentou abafar o som das conversas dos colegas colocando um fone de ouvido com música no último volume, mas disse não ter conseguido se concentrar nos estudos. Segundo o delegado, ele disse que as vozes persistiam em sua cabeça. Depois de tomar vodca com Coca-Cola e tranquilizantes, Bruno disse que pegou uma pedra de 30 centímetros que escorava a porta do térreo e atacou o colega, desferindo, em seguida, quatro facadas no peito dele. O criminoso foi achado desacordado na cozinha da república, com as mãos sujas de sangue, enquanto José Leandro estava morto no quarto. Segundo Rivaldo, Bruno contou que achava que os colegas estavam rindo dele.

    G1 Rio 

    DEBATE MORNO ENTRE CARLOS EDUARDO E HERMANO DEU ATÉ SONO

    Foto: Canindé Soares
    Os dois candidatos que disputam a Prefeitura de Natal no segundo turno participaram, na noite desta sexta-feira (26), de debate realizado pela Inter TV Cabugi. No encontro, foram apresentadas propostas sobre temas como saneamento básico, lixo, saúde e combate à corrupção. Dividido em três blocos, os candidatos puderam fazer perguntas entre si nos quatro primeiros. As considerações finais ficaram para o último bloco.

    O debate, iniciado às 23h03, durou 51 minutos. O evento teve como mediador o jornalista José Roberto Burnier, da TV Globo, e foi transmitido ao vivo para todo o Rio Grande do Norte.