• Últimas Notícias

    sexta-feira, 7 de setembro de 2012

    Sete de setembro e velhas dependências


    EDITORIAL
    Ao soprar suas 190 velinhas hoje, o Brasil pode comemorar mais um ano num processo de crescimento econômico (mesmo com diminuição de velocidade) e de reconhecimento crescente da relevância do País no cenário político global.

    Muitos desafios ainda esperam para serem vencidos. Vários obstáculos estruturais ainda aguardam decisão política para sua remoção. Mas, inegavelmente, o Brasil tem caminhado adiante desde a retomada do processo democrático, cujos dois grandes marcos foram o fim do processo de sucessão militar, ainda no âmbito do Colégio Eleitoral, em 1984, e o resultado da primeira eleição direta para presidente da República pós-64, quando foi dada a largada para a modernização geral do País. Recuos aconteceram, especialmente em meados de 1992, mas a caminhada foi retomada (embora timidamente) no período 1995-2003. A partir de 2004, o crescimento econômico com foco na inserção social deve ser entendido como uma experiência nova. Hoje, esta via, como que concentrando um mix de sucessos, segue sendo trilhada de forma republicana, pioneiramente conduzida pela mão feminina.

    Justiça decreta prisão do cantor Gian por pensão alimentícia


    Ex-mulher diz que artista deve R$ 90 mil para filho adolescente.
    Defesa diz que sertanejo vai pagar, mas passa por dificuldades financeiras.

    A Justiça de Barueri, na Grande São Paulo, decretou nesta semana a prisão do cantor Gian, da dupla sertaneja Gian e Giovani, por falta de pagamento de pensão alimentícia para o filho adolescente que ele tem com a ex-mulher. A decisão judicial determina que Aparecido dos Reis Morais, o Gian, fique preso por 30 dias pelo descumprimento.

    A autônoma Maria Cláudia de Medeiros Alonso, que foi casada com o artista, cobra cerca de R$ 90 mil dele. O valor é equivalente a aproximadamente R$ 10 mil mensais, que deveriam ter sido pagos desde dezembro.