• Últimas Notícias

    quarta-feira, 22 de agosto de 2012

    Carta de um web leitor ao Paralelo

    Web leitor escreve sua indignação. Leia na íntegra.
    Olá Amigo JK, Bom Dia.

    Bem, enviando este, venho a perguntar sobre o atual Prefeito da sua cidade Campestre?, que este homem acha que pode na vida política, sempre vejo nos blogs principalmente o seu, as condenações sobre este Sr. na justiça e ele sempre descumprindo e nada eleva a um caso mais grave, ele usa e abusa das condenações, rir das leis, esnoba boemia e continua no cargo, que país nós convivemos?, este Sr. que se diz prefeito ou é um louco ou se faz ou tem um Sr. advogado em?. se eleito for podes crer amigo a população de Campestre sofrerar o pão que o diabo amassou, Deus o dará a ele o que ele merece, São José do Campestre tem uma oposição calma, boba, acomodada ou rude para não chamar de (BURRA)? NOSSA QUE HORROR, NINGUÉM FAZ NADA PARA COMBATER ESTE OU ESTES PSICOPATAS DA POLÍTICA EM SEU MUNICÍPIO? valeu Deus te abençoi e continue denunciando o erro destes que se dizem muito sábios ou espertões.

    Crisólogo Pedro de Oliveira
    Resposta do Blogueiro JK

    Comparar Campestre hoje com Brogodó (cidade fictícia de uma novela da Globo) seria mera coincidência?
    meditem!!!

    Campestre/RN: Ex-prefeito Dr. Laércio entra na campanha com aval de liminar

    A campanha eleitoral em São José do Campestre tem um ingrediente a mais, isso porque correntes do mal acabam de sofrer mais uma derrota. O médico e ex-prefeito por quatro mandatos Dr. Laércio José de Oliveira (na foto acima com círculo) acaba de receber uma liminar concedida pelo TRE RN dando-lhe o direito de participar de reuniões partidárias, passeatas, carreatas, acompanhar candidatos pedir votos, subir em palanque para cantar, discursar e etcetera e tal. Agora o doutor vem com gosto de gáz pra pedir voto pra sua candidata Sione a "Galega do 33". 

    Veja a Liminar publicada no dia de hoje (22) pelo TRE.


    Primo do goleiro Bruno é assassinado em Belo Horizonte

    sérgioA Polícia Militar está no bairro Minaslândia, na região norte de BH, onde há a informação de que o primo do goleiro Bruno Fernandes, Sérgio Rosa Sales, de 25 anos, foi morto a tiros na manhã desta quarta-feira (22).

    Segundo os militares, ele teria sido morto na casa onde mora com a família, na rua Aracitaba, com quatro tiros.

    Sales  iria a júri popular com os outros suspeitos do sumiço e morte da modelo Eliza Samudio. Ele respondia homicídio triplamente qualificado, sequestro, cárcere privado e ocultação de cadáver.
    O primo do ex-atleta do Flamengo foi uma testemunha importante nas investigações da Polícia Civil. Em seu depoimento, o jovem deu detalhes de como Eliza foi morta. Por medo de retaliações, ele foi separado dos outros acusados e detido na capital mineira.
    Fonte:R7

    FUNCIONÁRIO DA PREFEITURA DE CARNAUBAIS É PRESO ACUSADO DE TRÁFICO DE DROGAS

    O responsável pelo destacamento policial da cidade Carnaubais conseguiu desbaratar uma venda de drogas na cidade.
    Segundo informações do competente Cb Chacom o acusado preso por trafico de drogas é Rivaildo Oliveira da Silveira, 44 anos residente na rua João Teixeira Filho, 175 centro de Carnaubais.
    Ainda Segundo Cb Chacom o mesmo colocava crianças para fazer a venda da droga na cidade, o acusado foi preso autuado em flagrante e já se encontra em uma das celas da delegacia de Carnaubais. Fonte: Focoelho

    Soldado da PM morre em acidente ao tentar desviar de animal em monte Alegre

    O soldado da Polícia Militar Jaílton de Sousa Silva, lotado no 8º Batalhão, morreu na madrugada desta quarta-feira (22) em acidente na RN-316, em Monte Alegre. O policial caiu da motocicleta que pilotava ao tentar desviar de um animal e morreu no local.
     
    De acordo com informações da Polícia Militar, o soldado Jaílton de Souza retornava para casa após um dia de serviço. Ele pilotava uma motocicleta da Secretaria de Segurança por volta das 0h20, quando observou que um cavalo ou um jumento cruzou o caminho. Ao tentar desviar, o soldado fez uma manobra brusca e se desequilibrou, caindo já fora da pista. Uma ambulância do Samu chegou rapidamente ao local para o atendimento médico, mas o policial não resistiu.
    TN

    Empresário e motorista são vítimas de sequestro em São José do Campestre

    Na madrugada desta quarta feira (22) o empresário Severino Rodrigues da Silva, conhecido por Ramos (49) dono do supermercado Soares em São José do Campestre e seu motorista Eriberto Soares (34) foram vítimas de um sequestro relampago ocorrido às 04:30 da madrugada, segundo informações, três homens em um pálio abordaram o motorista quando o mesmo se preparava para retirar uma caminhoneta F4000 da garagem para viajar com o patrão, rendido o motorista foi forçado por dois dos assaltantes a procurar o dono do supermercado que já estava de saída para fazer compras na CEASA em Natal, dando prosseguimento ao sequestro o empresário e o motorista foram abandonados na área rural da comunidade de Catolé em Tangará a 30 km do local de onde foram sequestrados, os bandidos logo adiante também abandonaram a F4000 levando todo o dinheiro, relógios e celulares das vítimas fugindo no Pálio com destino ignorado até o momento.

    Animal que estava desaparecido foi encontrado

    O Pinscher de cor preta nº 01, acaba de ser encontrado na manhã de quinta (23), os proprietários do animal agradecem o empenho de todos.

    Igreja Universal é condenada por agressões

    Alex Silva/ AE
    A Igreja Universal do Reino de Deus foi condenada pelo Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) a pagar R$ 10 mil, a título de indenização, a uma fiel. Na ação, Alcione Saturnino dos Santos relatou ter sofrido, em 2001, num templo da igreja localizado em Sumaré, na região de Campinas, interior paulista, agressões físicas de pastores sob alegação de que ela se encontrava "possuída pelo demônio", após um ataque epilético. A decisão é do juiz Luís Francisco Aguilar, da 2{+a} Câmara de Direito Privado do TJ-SP.

    O acórdão foi finalizado no último dia 14. A Justiça já havia condenado a Igreja Universal em primeira instância, mas a ré recorreu, alegando cerceamento de defesa, por conta da falta de provas. Entretanto, o recurso, segundo o TJ-SP, foi apresentado fora do prazo legal.
    Na ocasião das agressões, o inquérito policial havia sido arquivado, sem apontar culpados. "Ainda que comprovado que o ataque partiu de ato voluntário de empregados ou terceiros, a requerida responde pelos danos causados, independentemente de culpa, observados os termos do Código de Defesa do Consumidor, aplicável à época dos fatos (20/02/2001 fls. 14), considerando que, como visto, é incontroversa a presença do autor no culto religioso", diz um trecho do acórdão.

    Fonte: Agência O Globo