• Últimas Notícias

    quinta-feira, 24 de maio de 2012

    Bebê recebe menor coração artificial do mundo com 11 gramas

    Médicos italianos salvaram a vida de um menino de um ano e meio de idade graças à implantação do menor coração artificial do mundo para manter o bebê vivo até que um doador fosse encontrado para um transplante.
    Os médicos do Hospital Bambino Gesu de Roma disseram que a operação foi realizada em abril e tornada pública nesta semana.
    O bebê, cuja identidade não foi revelada, foi mantido vivo por 13 dias antes do transplante e agora está bem.
    O bebê sofria de miocardiopatia dilatada, uma doença em que os ventrículos se dilatam, sendo incapazes de bombear um volume de sangue suficiente.
    A doença gradualmente torna o coração mais fraco, parando a sua capacidade de bombear o sangue de forma eficaz.
    "Este é um marco", afirmou o cirurgião Antonio Amodeo, à Reuters TV, acrescentando que, embora o dispositivo seja agora usado como ponte até um transplante, no futuro poderia ser permanente.
    Antes do implante, a criança também teve uma infecção grave em torno de uma bomba mecânica que tinha sido colocada anteriormente para ajudar o funcionamento do seu coração natural.

    O AVALISTA

    Aconteceu na manhã desta quinta feira (24)  a audiência no forum da comarca de São José do Campestre, onde estavam intimados a comparecer diante do juiz Dr. Flávio Ricardo Pires de Amorim, o prefeito Zequinha Borges, o ex-prefeito Dr. Laércio Oliveira e sua esposa Sione Ferreira de Souza juntamente com o seu advogado Dr. Luis Antonio. Vamos resumir a história.
    O Banco do Brasil cobrou através da justiça uma dívida do atual prefeito Zequinha contraída desde o ano de 2002, e quem foram os avalistas? o casal, Dr. Laércio e Sione que prontamente atendendo a uma intimação judicial compareceram, mas da parte do prefeito no caso o devedor só lembranças, é que no seu lugar foi enviado o seu advogado. Segundo informações o juiz deu prazo de 30 dias para que o prefeito negocie com o banco e limpe os nomes do casal que foram seus avalistas.  

    CAMPESTRE: EM ANO ELEITORAL, DEPUTADO HENRIQUE CONSEGUE VERBA PARA RECOMEÇAR AS OBRAS DA PONTE SOBRE O RIO JACÚ

    Brasília - As obras da ponte sobre o rio Jacú, em São José de Campestre, na região do Trairi, vão ser retomadas. A informação foi repassada ao prefeito Zequinha Borges pelo líder do PMDB na Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (RN). O projeto tramita na Secretaria de Defesa Civil do Ministério da Integração Nacional.
    A liberação de R$ 1,6 milhão, pelo Ministério da Integração Nacional, para continuação da obra foi negociada pelo deputado potiguar com o ministro Fernando Bezerra Coelho. A ponte vai ligar o centro da cidade de São José de Campestre ao bairro Paraíba. A cidade fica dividida e a comunidade isolada do centro durante as cheias do rio Jacú. 
    A obra que estava parada deverá custar $R 3,6 milhões ao Ministério da Integração Nacional. “É um investimento necessário e compromisso nosso com a população de Campreste, tão sofrida e necessitada dessa ponte que estamos construindo”, comemorou o líder ao receber a confirmação dos recursos para a obra.
    O PARALELO: Que seja bem vinda pela 25ª vez essa tão sonhada ponte sobre o rio Jacú, os moradores do Bairro da Paraíba merecem e agradecem esse empenho do Deputado Henrique, porque até agora a única coisa que ele mandou para Campestre foi o paletó verde para o prefeito, mas vem as perguntas. Porque será que esse empenho só ocorre ano eleitoral? Os 20% das verbas para a execução dessa ponte entrará no bolso de alguém?. Haverá uma fiscalização para que essa obra seja concluída dessa vez, ou o nosso dinheiro vai evaporar antes que essa ponte seja concuída como ocorreu recentemente? Estamos de olhos atentos nesse ano eleitoral senhores políticos.

    Polícia Civil encontra R$ 147 mil em dinheiro no guarda-rou​pas da mãe acusada de encomendar a morte do próprio filho


    O PARALELOA polícia apreendeu R$ 147 mil em dinheiro no guarda-roupas de Maria Selma Costa dos Santos, de 70 anos, acusada de encomendar a morte do próprio filho. Ela disse que o dinheiro seria utilizado numa obra. Mas o destino da verba também será investigado pela polícia. — Com autorização judicial, fizemos uma busca e apreensão e localizamos esse dinheiro. As testemunhas vão ser intimadas novamente e outras diligências serão feitas —disse o delegado-substituto Marcio Esteves, da 59ª DP (Duque de Caxias). Maria Selma foi presa temporariamente nesta terça-feira junto com a doméstica Maria José da Silva Irmã, de 42 anos, que confessou ter pago R$ 20 mil a mando da patroa para que um segurança de rua fizesse o ‘serviço’. Isaac Paula de Moraes, de 22 anos, foi identificado pela doméstica como o responsável pela execução. A polícia tenta identificar um possível comparsa de Isaac no crime. Ele é acusado de matar o empresário José Fernando dos Santos Reis, assassinado a tiros ao sair da casa da mãe, na tarde de 29 de novembro do ano passado.

    Fonte: Extra Globo

    Goleiro Bruno já recebe propostas de clubes. Advogados trabalham para acelerar o habeas corpus

    Enquanto o advogado do goleiro Bruno tenta acelerar o julgamento do pedido de habeas corpus que pode tirá-lo da cadeia, o atleta já recebe propostas de diversos clubes. Assim que sair da prisão, Bruno se apresentará ao Flamengo, clube com o qual ainda tem vínculo trabalhista. Caso seja dispensado pelo clube carioca, a meta do goleiro será o Atlético Mineiro, clube no qual foi revelado.

    — Além do Atlético Mineiro, existem outros clubes que já fizeram o convite de trabalho. Eu acredito que caso ele saia do Flamengo, aceite a proposta do Atlético — diz o advogado Francisco Simim.

    Simim e o outro advogado do atleta, Rui Pimenta, seguirão, amanhã, para Brasília. Eles tentarão acelerar o julgamento do habeas corpus solicitado para o mandado de prisão pelo desaparecimento de Eliza Samúdio.

    — Este processo, pelo desaparecimento, é o único impedimento para que ele tenha a liberdade. No processo que ele foi condenado, já temos a certeza de que conseguiremos a liberdade condicional — garante Simim.

    Segundo a equipe de advogados, o pedido de habeas corpus deve ser julgado nos próximos dias. Se concedido, o atleta pode ser liberado imediatamente

    Fonte: Extra
    Photobucket

    O PARALELO INFORMA: DIA 4 DE JUNHO VEM AÍ

    Dia 04 de junho o blog O PARALELO estará publicando uma matéria bombástica que mudará o cenário político de São José do Campestre e novos rumos deverão ser tomados como já era previsto em nossa pauta, no entanto aguardemos o sinal verde para que possamos dar essa notícia tão esperada pelos campestrenses, depois não digam que não avisei. Aguardem!

    Garota de 11 anos é estuprada em Campo Redondo

    No início da noite desta quarta-feira (23) foi preso na comunidade Giromão no município de Campo Redondo, Matias Gomes de 20 anos. Ele é acusado de estuprar a garota das iniciais E.B.S. de apenas 11 anos. A prisão do acusado só foi possível porque o marido da tia da vítima, Jorge André Diogo, passava de moto pelo local do crime quando encontrou a garota chorando. Imediatamente ele a levou para sua residência e acionou a Polícia Militar que rapidamente a viatura comandada pelo sargento Lopes chegou ao local indicado e conseguiu prender o acusado que foi encaminhado para a 9ª DRP em Santa Cruz para os procedimentos legais. De acordo com o Dr. Petrus Antônio, delegado de Santa Cruz, sobre Matias, já pesa outras acusações também de crimes. Segundo ainda o delegado, a própria menina informou que essa não foi a primeira vez que ele teria a violentado. O Conselho Tutelar também foi acionado e acompanhou os familiares a PM até Santa Cruz para a lavratura do flagrante.
    Fonte: Rádio Santa Cruz/Foto: João Fernandes

    Mais uma categoria profissional em greve pelas ruas de Natal

    Os garis e representantes do Sindicato dos Empregados e Empresas de Asseio, Conservação, Higienização e Limpeza do RN (Sindlimp-RN) estão reunidos desde às 8h desta quinta-feira, 24, em frente a secretaria de Planejamento (Sempla), em Tirol, onde jogaram lixo na frente do prédio para reivindicar o não recebimento dos salários e outras gratificações pelas empresas desde abril. São cerca de 800 trabalhadores da empresa SS construções e Líder, que prestam serviços para a prefeitura. O secretario da Sempla, Antônio Carlos Soares Luna, não está no local e não foi localizado pela assessoria. As empresas alegam que não estão recebendo o repasse da prefeitura, no caso da Líder, há pelo menos um ano. A prefeita Micarla de Sousa determinou o pagamento de vale transporte e vale alimentação dos funcionários da Líder, e quanto a SS Construção, foi marcado uma reunião na procuradoria do trabalho, no próximo dia 5 de julho, para que seja feito um pagamento, com valor ainda não divulgado.

    Devido ao movimento iniciado pelos trabalhadores, desde a última quinta, 17 de maio, a coleta na Zona Leste que é feita pela Líder, estava totalmente parada. " Estamos aqui para protestar contra o todo poderoso Luna. Quem manda na prefeitura é o Luna ou a Micarla? Esse homem só paga quando quer”, afirma Wilson Duarte, presidente do Sindlimp, em meio ao protesto.

    Pela SS cons­truções, os servidores alegam que estão sem receber vale alimentação, transporte e férias, além do salário. E da empresa Líder, vale trasporte e alimentação

    Deputada representa ao MPF para censurar o programa 'Pânico na Band'

    FotoA deputada Erika Kokay (PT-DF), que é vice-presidenta da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara Federal e os representantes do Conselho Distrital de Promoção e Defesa dos Direitos Humanos levarão nesta quinta (24), ao Ministério Público Federal, uma representação para que se instaure inquérito civil público contra o programa “Pânico na Band" (que ela chamou pela denominação antiga, "Pânico na TV"). Para o presidente do Conselho de Direitos Humanos, Michel Platini, e para Erika Kokay os quadros “Academia das Panicats” e “Maior Arregão do Mundo”, afrontam a dignidade da pessoa humana na medida em que expõem as dançarinas, bem como os demais funcionários da emissora, a trotes, constrangimentos, torturas, mutilação e outros gestos vexatórios. “Os trotes agressivos e desumanos não foram poucos, inclusive a “panicat” Babi teve seus cabelos raspados ao vivo”, aponta a representação do Conselho.
    Photobucket

    Médico do Walfredo Gurgel diz que “desumanização está generalizada”

    
    Dr. Sebastião - Pacientes agonizando nos corredores
    
    Enquanto o médico Madson Vidal ecoa apelo pela vida de bebês e crianças, o médico Sebastião Paulino grita pelos idosos.
    Ele já foi diretor do Walfredo Gurgel mas não quer nem pensar em administrá-lo novamente, pela falta de compromisso dos governos para uma solução definitiva. Mas continua firme trabalhando no hospital. Testemunha da gravidade crescente. “Já fiquei no comando de 1999 a 2002. Hoje não quero porque não confio nos representantes e auxiliares que estão no comando”, afirma.
    Vai à tecla recorrente do que acontece com o hospital que deveria atender exclusivamente a urgências e emergências: ambulancioterapia.
    Ou seja: a demanda acentuada acontece porque o que deveria ser atendido em unidades municipais de saúde é encaminhado ao HWG. Principalmente de Natal, a única capital brasileira que não tem um hospital municipal.
    O blog conversou ontem com Sebastião Paulino, no Walfredo. Os ponteiros do relógio apontavam 15h. Oito pessoas aguardavam em macas no corredor ser transferidas para uma  UTI.
    Fonte: Eliana Lima
    Photobucket

    Divulgação de grampos expõe Rosalba e Agripino

    Divulgação de grampos expõe Rosalba e AgripinoUm obscuro blog do Rio Grande do Norte está fazendo um barulhão: o jornalista Daniel Dantas divulgou, em seu blog homônimo, um acervo de interceptações telefônicas legais, geradas em 2006, um ano eleitoral – e que agora botaram em maus lençóis a atual governadora Rosalba Ciarlini (DEM). Na época, ela era candidata ao Senado; e as gravações revelam a maquinaria financeira de como se faz uma senadora. Ou não.
    São 42 as interceptações originárias de Galbi Saldanha. Ele aparece conversando com o marido da governadora Rosalba Ciarlini, Carlos Augusto, com o senador José Agripino Maia (DEM-RN) e com outros interlocutores, tratando de assuntos relacionados à movimentação financeira da campanha de Rosalba para o Senado em 2006. Na maioria das escutas, o "primeiro-damo" Carlos Augusto Rosado e o então assessor Galbi Saldanha tratam das negociações financeiras pesadérrimas.

    Câmara rejeita contas e discussão vai à Justiça

    Os vereadores da Câmara Municipal de Natal (CMN) reprovaram ontem as contas de 2008 da gestão do ex-prefeito Carlos Eduardo Alves (PDT) por 15 votos a 6, um a mais do que os dois terços necessários para desaprovação. O resultado manteve o entendimento da Comissão de Finanças, Orçamento e Fiscalização (CFOF), que apontou como irregularidades cometidas pelo pedetista um saque no fundo previdenciário, no valor de R$ 22 milhões; a venda da conta única da Prefeitura ao Banco do Brasil por R$ 40 milhões; e atos administrativos do ex-prefeito para concessão de gratificações, incorporações e enquadramentos nos vencimentos dos servidores. Após o desfecho da votação, Carlos Eduardo se pronunciou dizendo que continuará firme no projeto de ser candidato à Prefeitura de Natal. Ele argumenta que a decisão da Câmara não tem alicerce jurídico.
    Photobucket

    Judiciário e movimentos sociais reagem contra contas-sujas

    
Marco Aurélio Mello contesta quitação eleitoral diante da rejeição das contas
Foto: O Globo / Givaldo Barbosa
     O Globo / Givaldo Barbosa
    A decisão da Câmara de aprovar um projeto que acaba com a exigência da aprovação das contas de campanhas eleitorais e reabilita os chamados “contas-sujas” provocou reações negativas no Judiciário e nos movimentos da sociedade que lutam contra a corrupção na política. Políticos e especialistas eleitorais, no entanto, defendem a medida. Um dos que votaram no Tribunal Superior Eleitoral, em março, pela necessidade de aprovação das contas eleitorais para que o político possa se candidatar, o ministro Marco Aurélio Mello alfineta os parlamentares e diz que não foi a primeira vez que o Congresso Nacional reagiu a uma decisão de tribunais superiores, aprovando leis em causa própria. Para o ministro, a proposta acaba, na prática, com a prestação de contas, pois não haverá consequência para as desaprovadas.
    — É o faz de conta. A Constituição Federal tem o princípio da razoabilidade. Será que é razoável dar a quitação eleitoral mesmo diante da rejeição das contas? Não se avança culturalmente cassando uma decisão de um tribunal superior mediante lei, principalmente quando se decide em causa própria. Essa aprovação não deixa bem na fotografia os congressistas — afirmou Marco Aurélio.