• Últimas Notícias

    sábado, 21 de setembro de 2019

    Cardiologista dá 10 dicas para evitar um infarto; Sedentarismo e maus hábitos alimentares são os grandes vilões

    A maioria das mortes por infarto ocorre nas primeiras horas de manifestação da doença, conforme dados do Ministério da Saúde. Na primeira hora depois do surgimento dos acontecem 65% dos óbitos, enquanto 80% ocorrem até 24 horas após o início do quadro. Por isso, a importância de estar atento aos sinais.

    Segundo o cardiologista Miguel Moretti, do Hospital São Luiz, quem possui histórico familiar de cardiopatias tem que estar sempre em dia com exames como ecocardiograma, teste de esforço, raio-X de tórax, eletrocardiograma e exames de sangue.

    Confira 10 dicas do médico para evitar um infarto:

    1. Siga uma dieta equilibrada

    Alimentar-se bem não significa comer muito. É importante que a alimentação contemple frutas, verduras, legumes e carboidratos, pois isso reflete no colesterol. Uma dieta balanceada auxilia o organismo a equilibrar proteínas e nutrientes.

    2. Vá ao médico regularmente

    Não só quem tem histórico de doenças cardiovasculares na família precisa buscar orientação médica. Com exames de rotina é possível analisar os níveis de açúcar e colesterol no organismo.

    3. Fique de olho na sua faixa etária

    Apesar de o infarto aparecer em muitas pessoas mais jovens, entre 18 e 40 anos, os idosos ainda são o grupo de maior risco da doença. Geralmente, eles já desenvolveram hipertensão ou diabetes ao longo dos anos, o que dificulta os tratamentos, pois podem essas doenças podem acarretar lesões nos rins e no coração.

    4. Evite o tabagismo

    As substâncias do cigarro destroem o endotélio, camada de proteção das veias, e oxidam as artérias, deixando-as suscetíveis ao contato da gordura do organismo, o que ocasiona a formação de depósito de gordura em locais inadequados.

    5. Atenção com diabéticos e hipertensos

    O ideal é seguir as dietas e os tratamentos indicados. Controlar o peso e o consumo de alimentos gordurosos é o melhor a fazer nesse caso.

    6. Pratique exercícios

    O que tem se notado é que a parcela mais jovem que apresenta níveis altos de colesterol também é sedentária. A prática de atividade física contribui para evitar infartos e diversas outras doenças, tais como hipertensão, diabetes e o sobrepeso.

    7. Consuma gordura saudável

    As gorduras fazem parte da nossa alimentação, porém é preciso atenção para consumir somente as gorduras saudáveis, que podem ser encontradas no azeite, no chocolate meio amargo, na castanha-do-pará e também no abacate. São as chamadas gorduras polinsaturadas, de origem vegetal.

    8. Evite o consumo exagerado de bebidas alcoólicas

    Elas não têm uma ligação direta com os infartos, mas, em excesso, prejudicam muito a saúde. Os estudos epidemiológicos afirmam que substâncias como o vinho, em pequenas doses, podem ajudar o sistema cardiológico do corpo, uma das explicações está no fato de a bebida funcionar como antioxidante no organismo, produzindo efeitos positivos como a redução do risco de derrames cerebrais.

    9. Alerte seu médico sobre os casos de infarto na família

    É importante fazer um acompanhamento mais aprofundado, pois a chance de desenvolver a doença é muito maior.

    10. Abuse da diversão e do entretenimento

    É importante saber administrar o estresse emocional. Pessoas muito aceleradas e que trabalham demais estão suscetíveis aos infartos. Divirta-se, pois atividades prazerosas liberam a endorfina e equilibram o organismo.

    Projeto exige vinculação de CPF a contas e redes sociais na internet

    Resultado de imagem para redes sociaisO Projeto de Lei 3389/19 determina que o provedor de internet exija e mantenha o número do Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) ou de Pessoa Jurídica (CNPJ) do usuário de serviço de divulgação de conteúdo público. O texto insere dispositivo no marco civil da internet (Lei 12.965/14).

    A proposta está em tramitação na Câmara dos Deputados. “O projeto pretende mitigar o crescente número de crimes e práticas ilícitas na web, em especial nas redes sociais”, diz o autor, deputado Fábio Faria (PSD-RN). “A vinculação de CPF ou CNPJ válido às contas de aplicativos da internet não elimina todos os problemas, mas facilita a responsabilização.”

    Tramitação
    A proposta tramita em caráter conclusivo e será analisada pelas comissões de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

    Sesap confirma 231 casos de dengue, 36 de chikungunya e nenhum de zika em 2019

    A Secretaria de Estado da Saúde Pública do Rio Grande do Norte (Sesap), por meio da Subcoordenadoria de Vigilância Epidemiológica (Suvige) divulgou nesta sexta-feira, 20, o novo boletim das arboviroses no estado. O levantamento é referente ao período da semana epidemiológica 01 a 36, encerrada no último dia 7 de setembro deste ano.

    De acordo com a pasta, Mossoró notificou 1831 casos suspeitos de dengue. Foram confirmados 231 casos. A incidência foi de 622,35 casos por 100 mil habitantes. No RN, foram notificados 31.664 casos suspeitos de dengue, sendo confirmados 7.348 casos, o que representa uma incidência de 910,14 casos por 100.000 habitantes.

    Quanto à Chikungunya, a Sesap notificou 422 casos suspeitos na segunda maior cidade do estado. Destes, 36 foram confirmados. O número gerou uma incidência de 143,50. Em todo o estado foram notificados no estado 11.492 casos suspeitos, sendo confirmados 4.637, representando uma incidência de 336,99 casos por 100.000 habitantes.

    Com relação a zika vírus, foram notificados apenas 7 casos suspeitos e nenhum confirmado em Mossoró. No Rio Grande do Norte, o número de casos suspeitos ficou em 1.088 casos prováveis, o que corresponde a uma incidência de 31,27 casos por 100.000 habitantes. O RN também não teve caso confirmado de zika no ano.

    Sesap 

    sexta-feira, 20 de setembro de 2019

    Banco de Talentos: servidores podem se cadastrar até 27 de setembro

    Os servidores públicos com interesse em atuar como instrutores de capacitação e/ou membros de comissão no âmbito do Governo do Rio Grande do Norte têm até o dia 27 de setembro para se inscrever no Banco de Talentos. O cadastro pode ser feito por servidores estaduais efetivos ou detentores de cargos comissionados, além de servidores aposentados. Para participar, o servidor deve possuir formação acadêmica mínima em nível de graduação.

    Coordenado pela Escola de Governo Cardeal Dom Eugênio de Araújo Sales (EGRN) da Secretaria de Estado da Administração (Sead), o Banco de Talentos tem como principal finalidade formar um grupo de servidores públicos que tenham expertise em áreas diversas para auxiliar no processo de capacitação de outros servidores. Essas capacitações podem ser por meio de serviços de cooperação técnica (oficinas de serviço) e cursos de curta duração, além de palestras, oficinas e workshops, nas mais diversas áreas da Gestão Pública. Os servidores selecionados para ministrar cursos ou participar de comissões serão remunerados.

    O endereço para acessar o cadastro é www.bancodetalentos.rn.gov.br. Nesse sistema de inscrição, o servidor deverá fornecer os dados pessoais, acadêmicos e profissionais, assim como anexar (em formato PDF) arquivos de comprovação de vínculo com o serviço público estadual, titulação, experiência acadêmica e profissional. Caso o servidor iniciei seu cadastro e não possa finalizá-lo no primeiro acesso, ele poderá concluí-lo em outros acessos, entrando no sistema com usuário e senha válidos, durante o período de abertura do chamamento (27 de agosto a 27 de setembro), conforme Edital Nº02/2019.

    “Muitos servidores já iniciaram o cadastro, mas ainda não anexaram os documentos comprobatórios necessários. Ressaltamos que, sem finalizar esse processo, o servidor não terá sua inscrição no Banco de Talentos assegurada”, alerta a diretora da Escola de Governo, Raquel Silveira.

    Vale ressaltar que os servidores que se cadastraram no Banco de Talentos por meio de editais anteriores precisam realizar um novo cadastro no sistema de inscrições, conforme o edital vigente. Em suma, os cadastros realizados em editais anteriores serão invalidados, sendo consideradas apenas as novas inscrições.

    O Banco de Talentos atende às necessidades da Lei Complementar Estadual nº 451, de 27/12/2010 (que institui a gratificação de incentivo à atividade de instrutor), regulamentada pelo Decreto Estadual nº 25.193/2015 e pela Portaria/Searh nº 003/2016.

    Mais informações junto à EGRN, por meio do telefone 3232-1699.

    Confira:

    Ufologia: Vídeos do Pentágono que mostram OVNIs são reais, diz Marinha dos EUA

    A Marinha dos Estados Unidos confirmou a autenticidade de três vídeos do Pentágono divulgados pela imprensa em 2017 que mostram objetos voadores não identificados (OVNIs). O governo americano afirmou não saber o que são os objetos vistos nas filmagens.

    As imagens foram vazadas em 2017 e 2018 pelo jornal americano The New York Times e pela organização The Stars Academy of Arts & Science, criada pelo ex-vocalista e guitarrista da banda Blink-182 Tom DeLonge.

    Nesta semana, a Marinha americana confirmou a veracidade dos vídeos ao site The Black Vault, especializado em vazamento de documentos e informações sigilosas do governo. Segundo o porta-voz Joseph Gradisher, as imagens mostram “fenômenos aéreos não identificados”.

    Gradisher afirmou ainda que os vídeos do Pentágono dos Estados Unidos eram secretos e nunca deveriam ter sido divulgados.

    As imagens mostram pilotos da Marinha dos Estados Unidos perseguindo objetos voadores não identificados. Um deles foi filmado em 2004, em San Diego, na Califórnia.

    As outras duas filmagens são de 2015. Nelas, é possível ouvir os pilotos americanos conversando sobre os objetos não identificados. “É um drone, cara! ”, um deles diz. “Meu Deus! Eles estão indo contra o vento! ”, afirma o outro.

    Veja

    Salário mínimo e BPC continuarão corrigidos pela inflação, diz ministério da Economia

    O Ministério da Economia afirmou, nesta quinta-feira (19), que tanto o salário mínimo quanto o Benefício de Prestação Continuada (BPC) permanecerão sendo corrigidos pela inflação. O esclarecimento da pasta, por meio de sua assessoria, veio em razão de declarações dadas mais cedo pelo secretário especial adjunto de Fazenda, Esteves Colnago.

    Durante a abertura de um seminário em Brasília, Colnago falou sobre o tema. Ele lembrou que gastos indexados são, por lei, automaticamente corrigidos por um índice, como a inflação.

    Anatel apreende e lacra 23 mil equipamentos piratas em empresas de 11 estados

    Produtos lacradosA Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) realizou nesta terça-feira (17) uma grande operação de fiscalização em 11 Estados junto às distribuidoras de equipamentos e empresas de produtos de telecomunicações para lacrar ou apreender equipamentos não homologados e não certificados.

    As ações desta terça-feira resultaram em mais de 23 mil produtos irregulares lacrados ou apreendidos. Os principais tipos de produtos irregulares foram equipamentos óticos, transceptores de radiação restrita e TV Boxes. A operação continua nos próximos dias. 

    As ações envolveram 55 fiscais, divididos em 20 equipes, com atuação no Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo, Minas Gerais, Espírito Santo, Amazonas, Goiás, Pernambuco, Piauí e Tocantins.


    quarta-feira, 18 de setembro de 2019

    Bolsonaro sanciona projetos que regulamentam vaquejada, rodeio e posse de arma no campo

    bolsonaroO presidente da República Jair Bolsonaro sancionou nesta terça-feira (17) quatro projetos de lei. Um deles regulamenta as práticas da vaquejada, do rodeio e do laço no Brasil. O projeto é resultado da Emenda Constitucional 96 que, entre outros pontos, reconheceu a vaquejada como bem de natureza imaterial integrante do patrimônio cultural brasileiro.

    A emenda determinou a regulamentação da prática por uma lei específica, que assegure o bem-estar dos animais envolvidos. De acordo com o texto aprovado no dia 20 de agosto, e que foi sancionado sem vetos pelo presidente, ficam reconhecidos o rodeio, a vaquejada e o laço como expressões esportivas e culturais pertencentes ao patrimônio cultural brasileiro de natureza imaterial.

    A proposta aprovada define as modalidades que passam a ser reconhecidas como esportivas, equestres e tradicionais. Na lista estão, entre outras, o adestramento, o concurso completo de equitação, o enduro, o hipismo rural, as provas de laço e velocidade, a cavalgada, a cavalhada, o concurso de marcha, a corrida, as provas de rodeio e o polo equestre.

    Posse de armas no campo

    domingo, 15 de setembro de 2019

    Novas regras da CNH: simulador facultativo e menos aulas práticas

    Começam a valer a partir da próxima segunda-feira (16) as novas regras para tirar a carteira nacional de habilitação (CNH). As mudanças foram publicadas na resolução n° 778/2019 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) e preveem, entre outras alterações, a não obrigatoriedade do uso de simulador nas autoescolas e a redução na carga horária de aulas práticas noturnas.

    A expectativa é de que as novas normas provoquem uma redução no valor cobrado pelos centros de formação de condutores (CFCs). Quando foram publicadas, em junho, a estimativa do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, era de que o custo fosse reduzido em até 15% apenas considerando o uso facultativo dos simuladores.

    Simulador

    16 estados registram surto de sarampo; nordeste tem 6 regiões em crise

    Resultado de imagem para sarampoO Brasil registrou 3.339 casos confirmados de sarampo em 16 estados, nos últimos 90 dias, segundo balanço divulgado na última sexta-feira (13) pelo Ministério da Saúde. Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Mato Grosso do Sul passaram a fazer parte da lista de estados com surto ativo. O último boletim aponta que são 24.011 casos suspeitos no país, sendo que 17.713 (73,8%) estão em investigação e 2.957 (12,3%) foram descartados. Neste ano, foram confirmados quatro mortes por Sarampo. Três em crianças com menos de 1 ano de idade e um homem de 42 anos. Nenhum dos quatro haviam sido vacinados.

    São Paulo segue como o estado com a maior parte dos casos confirmados, 97, 5% (3.254), seguido do Rio de Janeiro (18), Pernambuco (13), Minas Gerais (13), Santa Catarina (12), Paraná (7), Rio Grande do Sul (7), Maranhão (3), Goiás (3), Distrito Federal (3), Mato Grosso do Sul (1), Espírito Santo (1), Piauí (1), Rio Grande do Norte (1), Bahia (1) e Sergipe (1).