• Últimas Notícias

    domingo, 20 de janeiro de 2019

    Tarifa branca é liberada para consumidores acima de 250 KWh/mês

    Desde 1º de janeiro de 2019, a opção pela tarifa branca está disponível para quem consome mais de 250 KWh/mês (cerca de 15,9 milhões de unidades consumidoras). A tarifa branca sinaliza aos consumidores a variação do valor da energia conforme o dia e o horário do consumo. Ela é oferecida para as unidades consumidoras que são atendidas em baixa tensão (residências e pequenos comércios, por exemplo) e não se aplica a consumidores residenciais classificados como baixa renda, beneficiários de descontos previstos em Lei, e à iluminação pública.

    Aprovada em 2016, a aplicação da tarifa fi liberada para consumidores com média anual de consumo mensal superior e 500kW/h em janeiro de 2018 e em janeiro de 2019 para unidades consumidoras com média anual de consumo mensal superior a 250 kW/h. Em janeiro de 2020 será liberada para todas as unidades consumidoras.

    MPRN investiga credenciamento de fornecedoras de placas com padrão Mercosul

    O Ministério Público do RN (MPRN) abriu um inquérito para investigar uma possível ilegalidade na regulamentação e no credenciamento de empresas que estão fornecendo as novas placas no modelo Mercosul, que começaram a ser instaladas nos veículos do RN em dezembro do ano passado.

    A portaria que abre a investigação é assinada pelo promotor Afonso de Ligório Bezerra Júnior, diz notícia veiculada elo portal G1 RN.

    A promotoria determinou que seja enviado um ofício ao Detran/RN, com prazo de dez dias para o órgão responda algumas perguntas.

    O MPRN quer saber, por exemplo, porque a portaria que regulamentou os serviços para fabricação, estampagem e emplacamento de veículos no Detran/RN foi publicada na mesma data que a portaria que já tornou públicas as empresas credenciadas.

    Mega-Sena acumula de novo e pode pagar R$ 38 milhões na quarta-feira

    O prêmio da Mega-Sena acumulou e deve pagar R$ 38 milhões no próximo concurso, na quarta-feira (23). Nenhum apostador acertou os seis números sorteados na noite desse sábado (19) no Caminhão da Sorte, em Piratuba (Santa Catarina), no concurso 2.117.

    As dezenas sorteadas são: 04 – 28 – 29 – 30 – 43 – 52. 

    O prêmio previsto era de R$ 33 milhões para quem acertasse as seis dezenas.

    Brasil e Europa vão ser interligados por novo cabo submarino

    [Brasil e Europa vão ser interligados por novo cabo submarino]
    O Brasil e a Europa vão ser interligados por um novo cabo submarino de fibra ótica com capacidade de 40 terabytes (TB) por segundo, o que vai facilitar as comunicações telefônicas e de imagens entre diferentes pontos do território brasileiro e o continente europeu.

    A informação é do ministro-conselheiro para o mercado digital da representação da União Europeia no Brasil, Carlos Oliveira. Segundo ele, a União Europeia já disponibilizou US$ 30 milhões para o início da implantação do projeto.

    Porém, de acordo com o ministro-conselheiro o volume total a ser aplicado no cabo submarino ainda não está calculado porque depende de um detalhamento que vem sendo analisado por um consórcio de empresas, que inclui a brasileira Telebras. Ao final, um consórcio internacional de bancos vai financiar toda a operação.

    Globo quer derrubar Bolsonaro antes que seja derrubada por ele, afirma jornalista

    Os desentendimentos entre o presidente Jair Bolsonaro e a Rede Globo são constantes desde o período de campanha eleitoral. Bolsonaro nunca escondeu que não gosta da emissora da família Marinho.

    Para o jornalista Alex Solnik, do site Brasil 247 e membro do Jornalistas pela Democracia, a Globo quer derrubar Bolsonaro antes que seja derrubada por ele. Em artigo publicado neste sábado, Solnik afirma que Bolsonaro fez a escolha errada ao declarar guerra à emissora logo no início de seu governo. O jornalista afirma que “não se cutuca onça com vara curta”.

    quarta-feira, 16 de janeiro de 2019

    Flexibilização da posse de arma deve atingir 124 municípios do RN, aponta levantamento

    Uma das principais e mais polêmica promessa de campanha do então candidato à presidência da República Jair Bolsonaro se tornou realidade. Nesta terça-feira (15), ele assinou o decreto que flexibiliza o acesso à arma de fogo. Cento e vinte e quatro cidades do Rio Grande do Norte devem estar entre os municípios brasileiros que podem ser afetados pela medida.

    Essa estimativa se dá levando em conta um dos principais critérios definidos pelo novo decreto: poderão adquirir armas de fogo os moradores de áreas rural e urbana com índices de mais de 10 homicídios por 100 mil habitantes, conforme dados do Atlas da Violência 2018, produzido pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Com isso, pouco mais de 70% dos municípios potiguares devem se enquadrar nesse requisito. Na edição deste domingo (13), o jornal Tribuna do Norte reportou esse cenário.

    A matéria trouxe que 124 das 167 cidades do RN se enquadram nesse perfil, segundo dados referentes ao ano passado da Coordenadoria de Informações Estatísticas e Análises Criminais (COINE), da Secretaria Estadual de Segurança Pública (SESED). A reportagem detalhou que o total de municípios potiguares que devem ser atingidos pela flexibilização da arma de fogo soma cerca de 90% da população do estado, “mas que não necessariamente são pessoas aptas a possuir uma arma de fogo”.

    UFRN realiza cadastro de vagas residuais para 2019.1

    A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), realiza, até a próxima sexta-feira (18) o cadastro para ocupação de vagas residuais do período letivo de 2019.1. Os aprovados, dentro do número de vagas em qualquer curso ofertado independentemente da cidade sede, devem comparecer de 8h às 11h e das 13h às 16h, no anfiteatro D da Escola de Ciência e Tecnologia (ECT).

    Caso existam vagas não ocupadas após a conclusão da 1ª chamada, serão convocados os candidatos suplentes para o preenchimento das vagas remanescentes. O cadastramento dos candidatos da segunda chamada será nos dias 23 e 24 de janeiro, também no Anfiteatro da Escola de Ciência e Tecnologia (ECT).

    Outras informações constam no edital de cadastramento e matrícula, disponível na página www.comperve.ufrn.br

    Com informações da Tribuna do Norte

    Senado vai gastar mais de R$ 10,4 milhões com reforma de gabinetes

    O Senado abriu licitação para contratação de empresa para fornecimento de insumos e serviços comuns de engenharia para readequações de layout em gabinetes parlamentares e áreas administrativas correlatas.

    A brincadeira vai ficar em cerca de 10,4 milhões de reais. De acordo com o edital, “tratam-se de intervenções simples e padronizáveis”.

    PSL quer reconhecimento facial da China em locais públicos no Brasil

    Foto via Pixabay
    Um projeto de lei quer tornar obrigatório o uso de câmeras para reconhecimento facial em locais públicos, a fim de identificar criminosos e melhorar a segurança. A proposta foi elaborada por deputados federais e senadores do PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro. A ideia é adotar a tecnologia de vigilância usada na China. Críticos dizem que o Partido Comunista chinês usa esse sistema como uma forma de controle social.

    O deputado federal eleito Felício Laterça (PSL-RJ) diz ao UOL: “os chineses estão muito à nossa frente na questão da segurança pública, e como representante do estado do Rio de Janeiro essa tecnologia toda muito me interessa”.

    O projeto de lei será apresentado em fevereiro, quando começa o ano legislativo. Ele prevê que as câmeras sejam instaladas primeiro na cidade do Rio: o sistema faria o reconhecimento facial das pessoas em ruas, avenidas, estações de trem e metrô e aeroportos. O equipamento também seria instalado em comunidades controladas por traficantes e milícias.

    “Pretendemos dar um choque de segurança pública nas cidades com a ajuda da tecnologia e experiência chinesa”, conta Laterça ao UOL. “Nossa ideia é conseguir uma parceria com os chineses e trazer essa tecnologia.” Ainda não há estimativa de custo.

    terça-feira, 15 de janeiro de 2019

    Taurus PN chega a disparar mais 10% antes de decreto sobre armas

    Resultado de imagem para Taurus PNSÃO PAULO (Reuters) - As ações preferenciais da fabricante de armas Taurus dispararam mais de 10 por cento nos primeiros negócios desta terça-feira, quando se espera que o presidente Jair Bolsonaro assine o decreto de flexibilização de posse de armas no país, uma de suas promessas de campanha.

    Por volta das 10:58, os papéis reduziam os ganhos para 1,3 por cento, a 8,41 reais, e estavam leilão, com muitos investidores aproveitando para realizar lucros, após a cotação mais do que dobrar desde o começo do ano. Até a véspera, as preferenciais contabilizavam em 2019 um ganho de 104,94 por cento.

    As ações ordinárias, que têm menos liquidez, ainda subiam 5,4 por cento, a 9,35 reais. No ano, essas ações acumulavam valorização de 85,8 por cento até a segunda-feira.